domingo, 31 de dezembro de 2006

A Happy New Year

Estou com acesso limitadissimo a computador aqui nas terras campineiras do interior de Sao Paulo... Dia 2 estou de volta a Minas e a internet. Incrivel como eh dificil nos dias atuais ficar longe da rede. Parece que falta alguma coisa, sei la.

De qualquer forma, estou passando aqui para desejar a todos voces uma excelente passagem de ano! Seja onde for, em qualquer lugar do Brasil ou do mundo, brindem a passagem de ano, facam pensamentos positivos e boas resolucoes de ano novo. E vamos cumpri-las, uma a uma...

FELIZ 2007!

"And so we're told this is the golden age
And gold is the reason for the wars we wage
Though I want to be with you
Be with you night and day
Nothing changes
On New Year's Day" - U2

sexta-feira, 29 de dezembro de 2006

Vamos a Realidade, que o Mundo do Faz-de-Conta Acabou...

E a realidade eh nua e crua... Voces gostaram da estorinha veridica sobre a minha viagem de final de ano? Pois eh, tive que manter a calma, logico, com grosserias e escandalos nao se consegue nada, a nao ser os 15 minutos de fama aparecendo no Jornal Nacional como uma louca histerica terceiro-mundista barbara quebrando o aeroporto.

E eu te pergunto: cade a reacao primeiro-mundista? Cade as hordes de advogados oferecendo servicos aos passageiros prejudicados pela TAM? Cade a multa multi-milionaria aplicada pela agencia reguladora a uma empresa que nao respeita os direitos mais basicos do consumidor? A indignacao ja passou? Ah, deixa para la, eh final de ano! Vamos curtir o Reveillon nas areias de Copacabana, para que o stress?

Falando em Rio de Janeiro, agora voce nao pode mais voar, e tambem nao pode mais viajar de onibus! Maravilha, heim? Corre o risco de ser carbonizado. O governo nos deixa a seguinte mensagem de final de ano: "Querido cumpanhero brasilero, o Ministerio da Saude adverte: ficar em casa nesse final de ano eh melhor para a sua saude". Eu juro que nao sou vingativa, mas quero ver agora o povao reclamando do governo: torceram contra nos, a famigerada Zelite, durante a crise aerea, ne? Diziam que pobre so anda de bumba, ne? Facam seu escandalo particular agora... Quero ver voces quebrando as rodoviarias do pais, vamos la...

E sobre assuntos economicos, da Terra das Mil e Uma Noites - Mil e Uma Noites mesmo, nao ha dia nesse pais, nao ha esperanca, apenas uma noite infindavel... Como escreveu o maravilhoso William Blake, em Auguries of Innocence: "Some are born to sweet delight, Some are born to endless night". O Brasil nasceu sob o signo errado, e estamos condenados a viver na escuridao terceiro-mundista. Voltando ao assunto, o Kawall saiu do Tesouro. Mau sinal. Conheco entre aspas o Kawall desde os meus tempos de Citibank. Ele eh respeitado, era economista-chefe do Citi desde tempos imemoriais. Estava a favor de um corte fiscal mais profundo e serio. O nosso governo alegrinho quer crescimento a todo custo. Eu sei onde isso vai parar, e voces sabem tambem. Mas o povao que elege nossos dignissimos representantes nao sabe de nada. Terminando com o amado William Blake, deixo a interpretacao a cargo de voces, leitores:

"God appears, and God is light,
To those poor souls who dwell in night;
But does a human form display
To those who dwell in realms of day."

quarta-feira, 27 de dezembro de 2006

Aventuras de Patricia na Terra Brasilis - Parte Final

"Keep your temper," said the Caterpillar.

Chegamos ao Portao 27, mas o embarque nao era para Belo Horizonte, era para Goiania. Pedimos informacao no balcao, e descobrimos que era o Portao 23. Corremos ate o 23, e, para grande surpresa nossa, nao haviam nem comecado o embarque (para que tanta correria entao?). Havia um rapaz que estava esperando desde as 8:40 da manha para entrar nesse voo. Eu era do voo das 5 da tarde. "Que confusao geral!"

Bom, nao tivemos que aguardar nem 5 minutos, e comecamos a entrar no aviao. "Seus problemas acabaram, e voce ainda vai chegar mais cedo em BH", pensei. Eram 4 horas da tarde e estavamos ja sentadinhos dentro do aviao. Mas fui precipitada no otimismo. Havia uns 20 lugares vagos ainda!!! Ate comentei com a minha vizinha de frente: "Sabia que os avioes decolariam com assentos vagos, tamanha a desordem reinante".

Resumindo o pesadelo, ficamos mais 1 hora esperando que embarcassem mais passageiros no nosso aviao, morrendo de sede e de calor, totalmente sufocados pelo bafo quente do Rio de Janeiro. Isso porque, segundo a menina do walkie-talkie do capitulo anterior, eu e meus 2 companheiros de viagem eramos os ultimos 3 a entrar no voo. Ouvi-a dizer isso mais de uma vez ao aparelho. Nosso aviao so decolou as 5 da tarde. Bom, minha passagem era para as 5 mesmo, certo? Teoricamente nao tinha do que reclamar...

Engracado mesmo foi conversar com o senhor que se sentou ao meu lado 5 minutos antes do voo decolar. Ele estava indo de Porto Alegre a Belo Horizonte, com escala em Sao Paulo. Nao fizeram a escala em Sampa, resolveram fazer no Rio. Tiram-no do aviao apos mais de 1 hora de espera no aeroporto, e mandam-no para o nosso. Vimos pela janelinha os carinhas carregando malas nas costas de um aviao para o outro, correndo pelo meio da pista. Comentamos que parecia que estavamos na Africa, em um daqueles lugares perdidos no meio do mato...

Ah, e sem contar que uns 7 funcionarios da TAM, entre aeromocas e pilotos, embarcaram no nosso aviao. Logico, passageiro pode aguardar no aeroporto, mas funcionario tem que viajar, ne. Tem que ir para casa passar o Natal com a familia tranquilamente...

Cheguei em BH as 6 da tarde, e minha mala foi liberada as 6:15. Peguei o onibus executivo que leva de Confins ate o centro as 6:30, e devido ao transito so cheguei as 7:30. Meu irmao buscou-me no ponto final do onibus, e chegamos em casa as 8 da noite. Ufa, praticamente 24 horas de viagem de porta a porta... "Ninguem merece!", pensei.

Chegamos ao casamento da minha melhor amiga as 9 da noite, e por sorte o noivo (?!?) havia atrasado meia hora, entao nao perdemos nada. Ouvimos outras estorias de horror no casamento, inclusive uma do irmao da noiva que estava voltando de Fortaleza para BH nesse mesmo dia, e quase perde o casamento tambem.

Bom, that's all folks, pelo menos por enquanto. Ainda tenho que ir a Campinas (pela GOL) neste sabado, e ainda ha a volta a Nova Iorque por Sao Paulo (tambem pela GOL). Sugiro que as pessoas de bem pagadoras de impostos deste pais BOICOTEM a TAM. Nao comprem passagens da TAM. Isso foi o maior desrespeito que uma empresa pode ter pelo cliente. Se esse governo fosse serio, cacava a licenca da TAM, ou aplicaria pesadas multas `a empresa. Mas como o nosso governo eh demagogico, mandou avioes da FAB para ajudar. Que gracinha...

terça-feira, 26 de dezembro de 2006

Aventuras de Patricia na Terra Brasilis - Parte 3


"But I don't want to go among mad people," Alice remarked.
"Oh, you can't help that," said the Cat: "We're all mad here. I'm mad. You're mad." "How do you know I'm mad?" said Alice. "You must be," said the Cat, "or you wouldn't have come here."

E nao eh que eu vejo uma outra fila, menor, perto do burburinho. Ja me postando ao final da fila, pergunto ao ultimo: "Que fila eh essa?" E ele: "Eh fila para o check-in". "Mas nao eh aquela gigantesca ali? Essa aqui eh bem menor!" "Essa aqui tambem eh para o check-in, soh que tem menos guiches atendendo, por isso". E nem deu tempo de eu soltar um "Ahhhhnnnn", aparece um cara alto e magro da TAM, e pergunta ao meu "amigo": "O que eh que voce esta fazendo aqui? Qual o seu voo?" E ele: "Brasilia". O funcionario da TAM consulta uma listagem, e diz que ainda nao estao chamando para esse voo. Eu, muito oportunamente, dou uma esticada no pescoco e olho a listagem. Vi varios CNF (Confins) na listagem. Resolvo perguntar: "E para Belo Horizonte, ja estao chamando?" O carinha me olha, e pergunta qual o voo. Na hora, foi o que me salvou. Rapidamente digo: "O meu voo eh o do meio dia". Eu nao havia visto essa informacao na listagem, havia visto no website da TAM um dia antes de sair de Nova Iorque. Sabia que havia 2 voos antes do meu, um das 3 horas e outro do meio dia. Resolvi na hora apostar no do meio dia.

O carinha da TAM se exalta: "Menina, o que eh que voce esta fazendo aqui??? Eu ja passei QUATRO vezes nessa fila chamando para esse voo! Anda, cooorre, voce tem que fazer o check-in la embaixo, no primeiro andar". E me puxando, me indica o elevador para o primeiro andar, repetindo para eu correr e me postar na fila la embaixo.

La embaixo, bem menos gente, e 2 filas. Chego na maior e pergunto ao ultimo se era o embarque para Belo Horizonte. Nao era, aquela era o do pessoal indo para Goiania. Vou para a menorzinha, ha 2 rapazes simpaticos na minha frente. "Essa eh a fila do voo para Belo Horizonte?" "Eh sim". E comecamos a conversar, logico, mineiros se encontram em qualquer lugar do mundo e praticamente contam toda a sua estoria. Fiquei sabendo que os 2 eram do voo das 3, e que praticamente eramos os ultimos a entrar no voo do "meio dia". Ja eram 3:30 da tarde.

Um pessoal de Goiania se posta atras de mim, porque estavam na lista de espera e iam conseguir embarcar em um voo mais cedo. Converso com eles. Um dos goianos: "Saimos mais cedo do trabalho e resolvemos vir direto ao aeroporto. Agora eh por ordem de chegada. Tem um amigo meu cujo voo era somente as 9 da noite, mas ele chegou cedo e conseguiu embarcar. Nao ha mais ordem". Incrivel. Quem pressiona, consegue. Lei da selva. Estou dentro.

Os 2 mineiros a minha frente apresentam sua passagem no balcao. Tudo certo com eles. Peco para me esperarem. Eu apresento a minha. Ha um pequeno problema, logo resolvido. A minha passagem havia sido emitida pela American, e como estava trocando o voo, teriam que emitir novo bilhete. Eu sorrio, faco gracinhas, digo sobre casamento, o menino do balcao sorri de volta, "nao ha problemas", a menina do walkie-talkie autoriza a troca. E ela para alguem no walkie-talkie: "Sao os 3 ultimos passageiros a embarcar no voo do meio dia. Nao mande mais ninguem. O voo esta fechado". E eu ouvindo aquilo, e pensando na "sorte" que tive, se nao fossem os meus 30 anos de praia, garota "ixperta" que sou, nao teria conseguido embarcar no voo do "meio dia".

A menina do walkie-talkie nos leva a passos rapidos para o andar de cima, a mim e aos 2 mineiros. Ela nos aponta a entrada para o portao de embarque e "corram, porque voces sao os 3 ultimos a embarcar. Portao 27, portao 27. Corram".

Passamos pela seguranca, pelo raio X, e corremos, em direcao ao portao 27... Seria o fim dos pesadelos de final de ano? O filme acabou? Nao percam o ultimo capitulo eletrizante das Aventuras de Patricia na Terra do Nunca, ops, Brasilis...

segunda-feira, 25 de dezembro de 2006

Aventuras de Patricia na Terra Brasilis - Parte 2

"The Queen of Hearts, she made some tarts, All on a summer day: The Knave of Hearts, he stole those tarts, And took them quite away!"

O voo internacional foi tranquilo. Chegamos em Guarulhos as 11 horas da manha de sexta-feira, horario de Brasilia. Eu nao lembro bem o motivo (acho que foi por causa da quase concordata da Varig que fui obrigada a alterar a minha passagem original), mas tive que fazer o trajeto Guarulhos-Galeao, ainda pela American Airlines. Nenhum problema para sair de Guarulhos, nenhum problema para pousar no Galeao. "Otimo", pensei, "quer dizer que o problema com os controladores de voo eh coisa do passado".

Chegando ao Galeao, dirijo-me imediatamente `a esteira de bagagem, sem nem pensar em passar pelo Free Shop, porque ja eram 2 horas da tarde e eu queria tentar adiantar a minha passagem para BH das 5 para as 3 da tarde (nao custava tentar, correto?). Murphy 2, e a minha bagagem eh uma das ultimas a passar pela esteira - o pessoal que veio de Miami junto com a gente se deu bem, porque as malas deles foram colocadas na frente das nossas, que ja estavam no bagageiro do aviao. Esperando pela bagagem, perguntei a um funcionario do aeroporto como estava a situacao, e recebo o banho de agua fria: "Ihhhhhhhhhhhh, tem voo da manha que ainda nao decolou... A Rede Globo e a Record estao la em cima, filmando a bagunca na TAM". Ja eram 2:30 da tarde, finalmente a minha bagagem chega, e eu saio correndo para a ala domestica do aeroporto. Correndo *literalmente*, pedindo passagem a Deus e ao mundo, inclusive na esteira rolante (eh muito legal correr com o carrinho na esteira rolante, recomendo que voces tentem um dia - eh como correr com carrinho dentro de supermercado, soh que mais emocionante).

La em cima, na ala domestica, era o caos. CAOS. A fila para o check-in da TAM ia ate o final do saguao. "Eu nao entro nessa fila por nada desse mundo", pensei. Vejo o balcao de compra e troca de passagens. Comeco a conversar com uma gaucha que mora no Rio, e ela me conta a situacao. "Voce nao viu nada, teve gente subindo no balcao de passagens, teve mulher gritando, teve um cara batendo com a estaca que separa as filas no chao, teve policial e tudo mais", diz ela. Ela ia tentar trocar a passagem para Porto Alegre, e eu ainda achava que nao custava tentar trocar a minha para BH, porque "com certeza o aviao das 3 vai sair antes do aviao das 5". Uma meia hora depois, eu consigo chegar ao guiche, e converso com o unico carinha que estava atendendo - o resto era mulher, e mulher de cara fechada. Abro o meu melhor sorriso para ele, e peco para trocar o bilhete. Ele me diz que ja havia 4 pessoas na fila de espera e que nao poderia fazer nada. Digo que tenho casamento, que serei madrinha (mentira), que estava vindo dos EUA por causa disso, que ele tinha que me ajudar. Ele me recomenda conversar com um dos coordenadores que estava no saguao.

Nesse meio tempo, olho para a fila de check-in. Havia de tudo: pessoas resignadas, empurrando seus carrinhos de bagagem, gente de todo tipo. Havia um sujeito com um cachorro em uma daquelas caixas que usam para transportar animais em voos. O pobre coitado do cachorro gania, provavelmente de fome, ou sede, ou porque ja nao aguentava mais ficar enjaulado. Um outro sujeito aparece e comeca a conversar com o dono do cachorro - e sugere que ele passeie com o animal pelo saguao do aeroporto - ninguem poderia impedir uma coisa dessas, era uma covardia deixar o animal sofrendo assim.

Tento falar com um dos coordenadores, de novo abrindo o meu melhor sorriso para ele. Ele diz para eu esperar, "estamos chamando os voos, acabamos de chamar o voo de Brasilia". "Onde devo esperar?" "Entre na fila do check-in". Ahhhhhhhhh, ok. Ele some no meio da multidao. Eu nao entro mesmo na fila de check-in, fico ali, do lado da fila, passeando com o carrinho, olhando para as pessoas, analisando a situacao...

sábado, 23 de dezembro de 2006

Aventuras de Patricia na Terra Brasilis - Parte 1


"Oh dear! Oh dear! I shall be late!" - The White Rabbit

As aventuras comecam em Nova Iorque mesmo. Havia combinado de ir ao JFK com um amigo meu, que estava pegando o mesmo voo para Sampa City. Marquei com a Blue Van (ou SuperShuttle), um servico de vans que transporta as pessoas ate os aeroportos, para nos pegar as 4:50 da tarde (ultimo horario que eles poderiam passar la em casa, de acordo com o roteiro das vans). O aviao saia as 9:20 pm.

Deu 5:15, e nada. Liguei para eles. "Ele estara ai dentro de 10 minutos", disse a atendente do call center. Mais 15 minutos e nada, ja eram 5:30 pm. Resumindo a fase 1 de Murphy, liguei mais umas 3 vezes para o call center, de 15 em 15 minutos, e resolvemos pegar um taxi mesmo. Ja eram 6:05 da noite. Estavamos a 5 minutos dentro do taxi e ouco meu celular tocando: era o motorista da blue van na porta da minha casa. Nao atendi, e obviamente ele perdeu a viagem ate a minha casa, pois nao desmarquei da ultima vez que liguei. Nao ia dar essa chance a eles, hehe.

Levamos 1 hora e meia ate o aeroporto, transito pesado. Engracado, o transito de Nova Iorque eh pesado, mas estava tentando fazer uma comparacao com Sao Paulo, e tenho a impressao de que Sao Paulo eh pior. Impressao, disse, nao tenho certeza ainda. Mesmo porque, para ser franca, nao dirigia durante a semana em Sao Paulo (morava a 5 minutos do banco) e nao dirijo em Nova Iorque.

De qualquer forma, chegamos com tempo, pegamos a fila do check-in, e nos dirigimos ate o portao de embarque. E tomamos 1 hora de atraso da American Airlines. A coisa ruim ate que nao foi o atraso em si, foi o fato de ter que ficar esperando no mesmo saguao com o bando de brazucas que nao conseguiam ficar sentadinhos esperando (nem as pessoas com criancas estavam sentadas), e sim em pe a postos para serem os primeirinhos da fila, sendo que sempre o pessoal da primeira classe e da classe executiva sera chamado antes de todo mundo. Brazuca nao sabe que ha uma ordem para se entrar no aviao; fiquei rindo quando varios tentaram furar o bloqueio das aeromocas nazistas da American Airlines, haha.

Poltrona 23G, ultima poltrona da fila do meio, portanto no corredor. "Bom que eu posso esticar os pes", pensei. Voo lotado, nao havia um lugar vago. A aeromoca avisa que so poderiamos usar o banheiro da nossa classe, entre outros avisos. "Estranho", pensei, "sera que as pessoas tentam mesmo usar o banheiro da executiva? Eh muita cara de pau". Coloquei o headphone no ouvido, pluguei o canal de musica country (adoro!), e pus no volume maximo para nao ouvir os gritos estridentes da menininha 2 fileiras de cadeiras a minha frente...

quinta-feira, 21 de dezembro de 2006

Sobre o MBA

Atendendo a pedidos, estou escrevendo uma serie sobre MBA, no blog O Expressionista. Alias, fui convidada a participar desse blog pelo Diogo, o que muito me envaideceu.

Nao deixem de dar uma olhada la. E principalmente, se quiserem rir, cliquem sobre o meu "profile". Ate mesmo lah nao estou escrevendo com acentos. Se voce nao consegue ler sem acentos, nao vah. Eh perda de tempo.

Amanha nao postarei, nao ha tempo. Preciso fazer as ultimas compras e pegar o voo para o Brasil. Nove horas e meia depois, chego a Sao Paulo, e terei que esperar ate o final da tarde para chegar a Belo Horizonte, a "roca iluminada", como diz a minha propria mae. Ninguem mandou nascer no interior provinciano.

terça-feira, 19 de dezembro de 2006

Uma Camera, Uma Ideia, e Compras de Natal

Tudo a ver nao eh? Minhas provas acabaram ontem, e ontem mesmo saimos para comemorar. Bebemos (vinho!) ate a hostess do bar/restaurante ficar de pe, plantada na nossa frente, educadamente esperando que fossemos embora para que ela pudesse fechar o local. Hehehehe.

Obrigada a todos que me desejaram boas provas, acho que fui bem. Agora tenho entre hoje e amanha para fazer minhas compras de Natal, e sexta-feira se tudo ocorrer dentro do planejado estarei desembarcando no Brasil.

Vou sair com um amigo agora para fazer compras. Vou levar minha camera junto, e vou bater fotos e talvez gravar um video. Estou com umas ideias na cabeca, mas nao tenho vocacao para Glauber Rocha nao. Se alguma coisa sair legal, posto aqui para voces.

Gostaram da minha foto? Sou eu mesma, nesse domingo que passou. A foto foi batida em um parque aqui do lado da minha casa! A pedidos, de vez em quando postarei alguns comentarios sobre a vida em NY...

sábado, 16 de dezembro de 2006

Domingo eh Dia de Alegria...

Ai vai a abertura do Batman para voces. Adoro o Batman porque ele eh um ser humano comum como nos, lutando contra as injusticas no mundo. Nao eh metrossexual, nao tem queixo quadrado, nao tem peitorais de quem toma anabolizante. Curtam bastante o Homem Morcego e o Menino Prodigio. Volto na segunda-feira, depois da minha prova de Advanced Derivatives!

Portugues y Otras Cositas Mas...

Gostaria de avisar aos incautos que visitam o blog que:

1) Meu teclado esta configurado para ingles e isso nao sera mudado. Entao as palavras nao serao acentuadas. Espero que voces entendam.

2) Aceito e publico comentarios contrarios as minhas ideias, desde que tenham um autor e sejam educados. Nao venha criticar como "anonimo" porque so estara perdendo tempo. E principalmente nao venha como "anonimo" criticar a falta de acentuacao, porque nao configurarei meu teclado para portugues. Publico de um laptop e o teclado eh completamente diferente.

3) Escrevo como se estivesse conversando com um amigo, essa eh a minha proposta. Nao perco 3 horas editando texto, escrevo o que me vem a cabeca no momento. Nao sou "intelequitual" e nao quero ser. Se voce nao gosta, nao precisa voltar.

Espero ter esclarecido os fatos. O consumidor eh quem manda. Nao gostou, nao volte!
Abracos aos amigos de sempre, que tem cerebro e conseguem ler sem acentuacao! Haha.

Perolas a Porcos

Em menos de 5 minutos na internet eu consigo reunir tanto besteirol falado por membros do atual governo, que eh impossivel nao publicar algumas perolas. Pessoas de bem, escutai o que os homens publicos desta grande nacao tem a vos dizer:

Lula em pronunciamento para oficiais-generais, no Clube do Exército:

1) "Agora, vou fazer discursos comparando o segundo mandato com o primeiro. Agora, a vidraça sou eu, de mim para eu mesmo. Jogarei as pedras, portanto, com mais cautela." - Vai jogar as pedras com mais cautela agora, porque esta provando do proprio veneno. Nao basta lembrarmos o quanto o PT foi incoerente em relacao as suas ideias "revolucionarias" quando chegou ao poder. Quando era oposicao, sempre foi inconsequente; agora quer pedir seriedade a oposicao. Tipico do "faca o que eu falo mas nao faca o que eu faco".

2) ... afirmou que a prioridade de seu segundo mandato será a busca do crescimento econômico. "Eu não estou disposto a passar mais quatro anos discutindo miséria, pois, em casa onde não tem pão, todo mundo briga e ninguém tem razão. Quero discutir crescimento. Se não crescer, a gente não vai a lugar algum. Há 26 anos, a economia brasileira não cresce." - Em primeiro lugar, a prioridade do mandato anterior deveria ter sido crescimento economico. O pior de tudo eh que ele afirma com todas as letras que NAO foi. Ficou discutindo miseria, Fome Zero e Bolsa-Esmola para se reeleger, e so agora se da conta de que sem crescimento ninguem prospera. Haha, hilario. Ah, de onde ele tirou esses 26 anos? Desde 1980 nao crescemos? Interessante, da a entender que nos governos militares ate 1980 (excluindo, portanto, apenas o General Figueiredo), crescemos muito. Foi o "milagre", lembram-se? Boa epoca, mas foi fogo de palha. Nao viramos tigre asiatico.

3) ... disse nesta sexta-feira que a sociedade ficará frustrada se ele não fizer um segundo governo melhor do que o primeiro, com crescimento econômico. - Lula, como sou parte da sociedade, vou te dizer uma coisa: ficarei surpresa se voce fizer um governo. Eu acredito piamente que voce nao tem a menor capacidade para ser presidente do pais. Voce nao fez nada no primeiro mandato, brincou de ser presidente, viajou muito, fez Botox, comprou ternos Armani, bebeu uisque do melhor e fumou charutos cubanos, alem de ter sido um alienado total, porque nunca "sabia de nada". Vamos ver se voce comeca a pegar na enxada para valer. Dou o maior apoio, vamos, trabalhar nao doi, nao machuca! Avante!

4) Embora tenha reafirmado que não fará mais comparações entre seu governo e os anteriores, voltou a fazê-las (...) criticou dois dos presidentes do regime militar - os generais Emílio Garrastazu Médici (1968 a 1973) e Ernesto Geisel (1974 a 1979) - o primeiro, por não ter, segundo ele, feito distribuição de renda como teria ocorrido no seu primeiro mandato (2003 a 2006); o segundo, por ter deixado a dívida externa, enquanto ele (Lula) pagou o débito com o Fundo Monetário Internacional (FMI). - Cair em contradicao a cada 5 minutos eh uma coisa seria. "Nao vou fazer mais comparacao", e la vai ele mostrando as maravilhas do proprio governo em relacao aos outros. Engracado eh o fato de que Lula so conseguiu pagar a divida com o FMI porque o governo anterior deixou sobras em caixa; ah, mas isso ele nao compara nao. Acho tambem que a "distribuicao de renda" eh modelo a ser seguido no mundo inteiro: tirou da classe media e enfiou nos pobres. Os ricos continuam como antes, se nao mais ricos. A classe media desaparece a cada dia que passa. E a pobreza ganha Bolsa-Esmola, ao inves de instrucao.

Chega de Lula e vamos a outros figuroes, nao tao importantes, mas ainda mais engracados. Vamos ao Amorim, aquela perola de pessoa, na 31ª Reunião do Conselho do Mercado Comum (CMC), instância de decisão do Mercosul :

1) Amorim destacou o "grande prazer" do Brasil em ver a Venezuela atuando como membro pleno do bloco. Dias atrás, Chávez declarara que esse processo de integração mais amplo precisava de um "viagra político". E foi além: "enterremos nossos mortos, irmãos", conclamou, referindo-se ao Mercosul e ao grupo andino, do qual a Venezuela retirou-se em abril passado. Amorim:"Nós interpretamos as palavras do presidente Chávez como o desejo de fazer avançar o Mercosul", afirmou o ministro. - Seria um caso cronico de autismo? Fato a ser estudado pela medicina, politico se torna autista depois de velho. Incrivel. Pode ter uma outra explicacao, logico, que vai apelar para o lado sexual. Chavez quer usar viagra, Amorim sente prazer, sei nao heim... Isso esta me cheirando a paixao reprimida, haha.

E a ultima de hoje eh sobre o Dulci, o secretario geral da Presidencia:

1) ... afirmou que em um dia como hoje, em que a sociedade critica o reajuste salarial concedido pela Mesa Diretora aos parlamentares, o Congresso deve ser lembrado como uma importante instituição da democracia, por seus acertos e pelo conjunto de seu trabalho. "Num dia como hoje, eu acredito que os presos políticos da ditadura, os que não tiveram liberdade partidária, os que não puderam eleger seus representantes, os que hoje se beneficiam do Estatuto do Idoso, e de tudo que já foi aprovado pelo Parlamento e que beneficia a sociedade, devem pensar no todo e analisar os eventuais erros levando em conta o conjunto das decisões do Parlamento. Se não, corremos o risco de fazer o jogo da direita autoritária brasileira". - O Dulci eh um doce de pessoa, nao eh mesmo? Ele conseguiu ir ao passado, falar sobre a ditadura, culpa a direita "autoritaria" que quer "derrubar" o governo legitimo, e com isso ele justifica o glorioso congresso nacional, aquele em que 1 em cada 5 congressistas está sob investigação pela Polícia Federal ou sendo processado pelo Superior Tribunal Federal, segundo o Financial Times. Gente, ficar discutindo ninharias como salario, essa coisa de burgues que nao consegue pensar grande, nao da. Mais engracado ainda sao os beneficios que ele cita, e os que deixa de citar: olha o Estatuto do Idoso, o qual fez uma diferenca enorme para os velhinhos desde que foi aprovado! Coisa de primeiro mundo. E o Estatuto da Crianca e do Adolescente, aquele que transforma homicida menor de 18 anos em crianca inocente e angelica? Esqueceu?

quinta-feira, 14 de dezembro de 2006

Teatro do Absurdo

Da Reuters: Ao receber o diploma do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) como presidente reeleito da República, Luiz Inácio Lula da Silva atribuiu a vitória ao apoio que recebeu do "povo mais humilde" em momentos difíceis, contrariando os adversários e os críticos do governo.
(...)
"Nos momentos mais difíceis, o povo mais humilde deu uma lição ao Brasil. Ele assumiu a responsabilidade de dizer em alto e bom som, sem intermediação: eu quero votar do jeito que eu sei votar. E foi isso que garantiu a vitória", disse o presidente.
Lula disse que o segundo mandato lhe confere "uma responsabilidade muito maior". Ainda no desabafo, ele voltou a criticar os chamados "formadores de opinião" que, na avaliação do governo e do PT, não acreditavam nem queriam a reeleição.
"Acabou-se o tempo em que algumas pessoas ousavam dizer nesse país como é que o povo tinha que votar. Acabou-se o tempo do voto de cabresto nesse país", afirmou, aplaudido por seus ministros e pelas autoridades no salão nobre do TSE.
(...)
"Se o primeiro mandato era uma boa aventura, de provar que nos tínhamos competência para governar o Brasil, o segundo mandato é a comprovação da legitimidade conquistada e notada pelo povo brasileiro", prosseguiu.

Comentarios:

1) "...eu quero votar do jeito que eu sei votar". Esta bom, me engana que eu gosto: se nao foi a sua Bolsa-Esmola que deu um empurraozinho no jeito do povo votar. E toda a mentirada que voces espalharam, fora ainda as falcatruas encobertas. Somando-se uma tendencia `a inercia do brasileiro medio, deu nisso.

2) "...ele voltou a criticar os chamados "formadores de opinião". Leia-se: ele voltou a criticar a imprensa que nao foi cooptada. Ou voce esta comigo, ou esta contra mim. E volta a dizer: nao gosto de voces que estao contra mim.

3) "Acabou-se o tempo do voto de cabresto nesse país". Acabou? Nao eh o que eu constato. O Bolsa-Esmola querendo ou nao colocou cabresto no povo. Ficaram dependentes da propina estatal. Isso eh cabresto, Lulla, indigno por sinal. Humilhante.

4) "Se o primeiro mandato era uma boa aventura, de provar que nos tínhamos competência para governar o Brasil, o segundo mandato é a comprovação da legitimidade conquistada e notada pelo povo brasileiro". Essa foi a melhor! Entao confessa que o primeiro mandato foi uma "aventura", ne? Gostou? Divertiu-se na aventura de ser presidente? Entao comeca a fazer alguma coisa! Chega de brincadeira, cansamos de brincar de "mocinho e bandido". Legitimidade de que, oh cara de pau? Legitimidade da roubalheira? Da malandragem? Da mentira? Do caixa 2? Da pizza? Dos mensaleiros absolvidos? Dos sanguessugas absolvidos? Da cooptacao de todos os partidos de oposicao com excecao do PFL? Eh isso, a sua democracia e sua legitimidade?

Valha-me Deus... E eu ainda tenho que ler isso na midia...

quarta-feira, 13 de dezembro de 2006

Sudao

Da Agencia Estado: O governo brasileiro declarou-se hoje satisfeito com a decisão do Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) de enviar uma missão a Darfur para avaliar "a real situação" do Sudão e assegurou que teve um papel importante para se alcançar esse consenso. Nos últimos dias, entretanto, o Brasil resistiu às evidências apresentadas pelo alto comissariado sobre o envolvimento do governo sudanês nos massacres, torturas e prisões arbitrárias de civis ocorridos desde 2003. Os negociadores brasileiros chegaram a pregar a "neutralidade" e a defender que, em vez de apontar culpados, melhor opção seria a ajuda às autoridades do Sudão para lidar com os conflitos locais.
Em nota divulgada pelo Ministério das Relações Exteriores, o governo preferiu amenizar seu papel escorregadio em relação à maior crise humanitária da atualidade, que vitimou cerca de 200 mil pessoas. O texto informa que o Brasil co-patrocinou a convocação da sessão do conselho que avaliou o caso do Sudão. Insiste ainda que o País advogou a "prevalência do diálogo e o reforço da promoção e da proteção dos diretos humanos", assim como impediu a "seletividade e a politização" das decisões, como acontecia freqüentemente no organismo que antecedeu o conselho, a Comissão de Direitos Humanos.
"A atuação do governo brasileiro contribuiu para aproximar posições, o que permitiu que a resolução fosse adotada por consenso, fortalecendo a autoridade do Conselho e criando condições para uma efetiva melhoria em Darfur", defendeu o Itamaraty.

Comentarios:

1) O Conselho de Direitos Humanos da ONU para comecar eh uma piada de mau gosto. Tem assento no conselho paises que nao tem o menor respeito aos direitos humanos e a liberdade individual. Entao, na minha opiniao, qualquer coisa que esse Conselho diga ou faca ja eh suspeito. Veja que so estao tentando fazer algo agora, para uma crise que comecou em 2003! Incrivel. Alias, aproveitando a deixa, o Kofi Annan ja vai tarde. Foi o pior dirigente que a ONU ja teve. Em seu longo mandato de 10 anos, as maiores atrocidades ocorreram, houve corrupcao, roubos, empecilhos, apoio a tiranetes... Lembram do "Food for Oil" no Iraque, e o filho do Kofi no meio da roubalheira?

2) "... enviar uma missão a Darfur para avaliar "a real situação" do Sudão e assegurou que (o Brasil) teve um papel importante para se alcançar esse consenso". Nossa! Vamos "avaliar" a real situacao. Isso eh o que se chama bom senso! Nao se pode de cara acusar um pais de genocidio sem antes "avaliar" o que esta ocorrendo. Quem sabe aquele povo nao merece morrer? Nada mais justo. Fico satisfeita que o meu pais foi aquele que levantou essa bandeira do bom senso!

3) "Os negociadores brasileiros chegaram a pregar a "neutralidade" e a defender que, em vez de apontar culpados, melhor opção seria a ajuda às autoridades do Sudão para lidar com os conflitos locais." So prova o meu ponto de que temos bom senso como pais: ajuda ao Sudao para lidar com os "conflitos" locais. Seria a palavra "conflito" um eufemismo? Genocidio eh uma palavra muito pesada, realmente no texto fica melhor utilizar "conflito". Todo mundo tem conflito, oras!!!!! Coisa mais normal do mundo eh ter conflito.

4) "... assim como impediu a "seletividade e a politização" das decisões, como acontecia freqüentemente no organismo que antecedeu o conselho, a Comissão de Direitos Humanos". E seria a nossa postura uma atitude genuinamente honesta? Ou estamos protegendo o Sudao porque temos interesse no comercio exterior com o pais?

5) Para a informacao de voces: em 2005 tivemos $69.3 milhoes de exportacoes para o Sudao, e $70,500 de importacoes. A questao eh que o Sudao tem 0.06% de participacao no total da balanca comercial brasileira. Importantissimo parceiro comercial! Eh o comercio Sul-Sul pessoal! O nosso querido Celso Amorim deve estar orgulhoso da facanha! Vale a pena arriscar a imagem perante o mundo inteiro para defender o comercio Sul-Sul.

"As nacoes tem interesses, nao amigos". Das duas uma: ou estamos muito mal de comercio exterior, para justificarmos os 0.06%, ou gostamos de contradizer o ditado. E se ainda for assim, nao sabemos escolher direito "os amigos"...

(Dados de exportacao/importacao do site do Ministerio de Desenvolvimento, Industria e Comercio Exterior)

As Provas Finais...

... na escola nao me permitem tempo livre para postar aqui. Mas aguardem, virei com novidades assim que estiver livre...

Obs.: acho que o blog teve um probleminha hoje, pois algumas pessoas nao conseguiram postar os comentarios. Acho que ja foi normalizado. Garanto que nao tive nada a ver com isso, galerinha.

Obs 2: Eu tirei o chatissimo "word verification". Como estou fazendo o papel de mediadora dos comentarios, resolvi tira-lo. Assim, se mandarem spam basta nao publicar.

segunda-feira, 11 de dezembro de 2006

O Melhor Texto sobre Pinochet...

... foi escrito por Claudio Tellez, e esta a disposicao no site do Midia Sem Mascara.

Aqui vai o link para quem estiver interessado.

Nao preciso dizer que concordo, senao nao estaria postado no meu blog. Tellez logo no inicio aponta:

"Dois erros básicos costumam ser cometidos com relação ao tema de Pinochet. O primeiro é destacá-lo do contexto político, econômico, social e jurídico em que o Chile vivia à época da deposição de Allende. O segundo, é descontextualizar o "golpe" militar chileno da dimensão internacional."

Deixei a mesma opiniao no blog do Reinaldo. Alias, achei os comentarios dele bem fracos com relacao ao tema. Fracos e imparciais. Escreveu todos os posts de forma a irritar a esquerda comunista, e nao de maneira a informar os leitores. Perdeu uma grande chance.

sábado, 9 de dezembro de 2006

Cupula Sul-Americana

Eu quero dar uma sugestao aos organizadores da Cupula Sul-Americana. Nao resisto a meter o bedelho no negocio e ensinar as mais modernas tecnicas de Marketing.

Em primeiro lugar, poderiam fazer sempre no mesmo local, acho que fica mais legal, igual ao Forum Mundial Social, que teve como sede por varios anos a cidade de Porto Alegre. Da um certo toque magico a cidade, sabe. Entao deveriam eleger Cochabamba como a cidade sede da Cupula Sul-Americana.

Segunda sugestao eh trocar o nome da cidade, para ficar mais fiel ao movimento. Acho que deveriam troca-lo por Miolobambo. Esse nome eh de origem quechua, indigena. E tem um significado especial: "reuniao da pajelanca para definir a divisao do butim". Voces nao sabem o que eh butim? Butim tem origem espanhola, e significa "responsabilidades". Lembraram?

Em terceiro lugar, o movimento precisa mostrar mais o lado "social". Por exemplo, por que so houve presenca dos plantadores de coca? Acho que o Ignorante Supremo poderia ter levado junto na comitiva os plantadores de maconha de Pernambuco. Importantissima lavoura de subsistencia para o Nordeste do pais.

Pensarei em mais alguns pontos interessantes e mandarei para os organizadores do evento. Tudo em prol da solidariedade entre os povos!

Spiderman - Sabado eh Dia de Diversao

Quando dois icones se juntam, o resultado nao poderia ser melhor... Curtam o punk dos Ramones na classica musica de abertura de um dos meus cartoons favoritos de todos os tempos, o Homem Aranha!

Bom fim de semana...

From the Land Down Under

Hoje, sabado na Australia:

Uma multidao de australianas bem humoradas esta fazendo uma passeata hoje, sabado, em protesto contra uma declaracao medieval dos mullahs locais a respeito da "carne descoberta". O mais interessante eh que as australianas marcharao... vestindo biquinis! A manifestacao esta sendo chamada de "A Grande Marcha do Biquini Australiano", e espera atrair muitos participantes.

A marcha comeca em um parque e vai terminar na frente de uma mesquita. Alem de protestar contra os mullahs, que disseram que a violencia contra a mulher eh justificada porque elas deixam a "carne" a mostra, os participantes tambem querem chamar a atencao do governo para a aprovacao de medidas mais rigorosas na concessao de cidadanias, de forma a nao deixar que extremistas tomem conta do pais. John Howard, primeiro ministro australiano, ja disse que imigrantes de culturas intolerantes eh que terao que se adaptar ao estilo de vida australiano, e nao o contrario. Ufa, boa noticia!

quinta-feira, 7 de dezembro de 2006

Uma Sociedade de Ovelhas Costuma Dar Lugar a um Estado de Lobos

"Quantas pessoas de bem - ricas ou pobres - ainda precisarão ser roubadas, assaltadas, estupradas, seqüestradas e assassinadas para que o calamitoso quadro presente comece a ser revertido? Quando os políticos entenderão que é necessário investir na ampliação e modernização do sistema prisional? Quando os defensores de pretensos direitos humanos (de criminosos) - de resto, um pleonasmo e artimanha politicamente correta - compreenderão que os humanos direitos estão cada vez mais se engaiolando em suas próprias casas, evitando sair delas, gastando com medicamentos, psicólogos e psiquiatras por conta do estado de estresse permanente em que vivem e com seu "direito de ir-e-vir" conspurcado? Quando a União, o governo estadual e o município deixarão de desperdiçar a receita dos tributos que exaurem o contribuinte carioca com dispêndios supérfluos ou, no mínimo, questionáveis, e passarão a gastar em presídios e na efetiva recuperação de delinqüentes?"

Leia mais, opiniao publicada no JB. Nao preciso dizer que eu concordo inteiramente com o texto.

La Vem o Chaves, Chaves, Chaves...


Antes fosse aquela serie mexicana que eu simplesmente a-d-o-r-a-v-a assistir quando era crianca. O personagem de que eu mais gostava era o Seo Madruga. Sempre levando na cabeca. Coitado! E quando o Professor Girafales aparecia entao? "- Professor Girafales"! "- Dona Florinda"! Ah, eu gostava... Era tao singela e pura a serie. Coisa de crianca mesmo.

Agora, o que se esta passando nesse momento no Brasil nao eh coisa de crianca nao. O Chavez (com Z) que esta batendo continencia (CONTINENCIA) para o nosso patetico presidente eh indecente, proibido para menores. Da Reuters: "O líder venezuelano disse que Lula comentou com ele durante o encontro a repercussão no Brasil sobre a possibilidade de o país vizinho permitir reeleições presidenciais infinitas".

O Ignorante Supremo deve estar adorando a ideia do professor Chavez. Reeleicoes presidencias infinitas! Seria isso o nome politicamente correto para.... DITADURA?

A reacao no Brasil? O brasileiro esta anestesiado. Ninguem faz nada. Vai ser Lulla de novo com a inercia do povo. Prestem bastante atencao aos proximos acontecimentos...

quarta-feira, 6 de dezembro de 2006

As Pequenas Diferencas

Todo mundo se lembra dos escandalos da ENRON e WORLDCOM. Maquiagem na contabilidade das empresas, tudo indo muito bem, obrigada, ate que um dia descobriram a fraude. As empresas quebraram, alguns fundos de pensao e outros investidores perderam muito dinheiro, e os responsaveis pagaram multas e/ou foram presos.

Mas a estoria nao termina por ai. Muitas universidades americanas ficaram preocupadas com os escandalos. Muitos envolvidos eram ex-alunos dos seus cursos de MBA. Seria de se perguntar: " - Mas o que eh que tem? Qual o problema? Eles tinham tendencias criminosas desde crianca, a culpa eh dos pais, do sistema, do ze ali da esquina, do tempo"... Nao, chamaram para si a responsabilidade. Como eh que um curso de MBA nao prepara o aluno para uma situacao dessas? O que fizemos de errado?

Alteraram o curriculo. Tenho aulas e varias palestras espalhadas pelo curso que abordam "Etica". Etica nos negocios, etica na sociedade, etica na vida. O que eh certo e o que eh errado. O que a sociedade espera do individuo-cidadao. Eles sabem que alguns desses meus colegas estarao na presidencia de alguma S&P 500 daqui a 10, 15 anos. Varios estarao nos niveis de diretoria. A esmagadora maioria tera familia e filhos.

Eh assim na minha opiniao que se constroi uma sociedade decente. Chamando a responsabilidade para si e corrigindo os erros. Transferir a culpa e/ou afirmar o desconhecimento do problema nao ajuda em nada. Alias, so piora.

(Patricia M. eh estudante de MBA na Columbia Business School)

terça-feira, 5 de dezembro de 2006

A Bicicleta Vermelha e o Menino Pobre

Pegando o gancho em um post da Sonia, quando eu era crianca la em Belorizonte, pelos idos de 1979, nao existia a palavra "pivete" no nosso vocabulario. Eu sei que tem gente que usa a palavra como termo "carinhoso" (?!?), mas la em Minas hoje em dia "pivete" eh menino-ladrao, cheirador de cola, aqueles que nao hesitam em passar a gilete no seu rosto caso nao de a ele a bolsa ou o relogio. Os "de menor", sacam.

Entao, pelos idos de 79 do seculo passado, a gente chamava os meninos pobres de meninos pobres. Isso, eram somente meninos pobres. Nao tinhamos medo de menino pobre.

Um belo dia, estavamos eu e minha mae na Praca da Liberdade. Minha mae estava tentando me ensinar a andar de bicicleta sem a ajuda das rodinhas. Minha bicicleta era lindona, uma Caloi vermelha. Brilhando de nova. E eu fazendo birra, porque estava com medo de andar sem rodinha. "- Nao vou andar, nao vou andar". "- Ah nao vai nao eh? Entao vou dar a sua bicicleta para o menino ali. Voce vai ver como ele sabe andar". O menino era pobre e se bobear era da minha idade, ou pouquissimos anos mais velho. "- Pode dar". E nao foi que ela foi la, conversou com o menino pobre e deixou ele dar umas voltas na minha bicicleta? Por alguns minutos ele ate que sumiu das nossas vistas, e eu fiquei super arrependida de ter "desafiado" a minha mae. Ia perder a minha bicicleta nova! Mas o menino pobre voltou apos alguns minutos de recreacao, e devolveu a bicicleta. E eu imediatamente depois realizei a facanha de me equilibrar em cima dela!

Moral da estoria 1: apesar de na geracao dos meus pais haver escola publica decente, na minha geracao o ensino ja era bem sofrivel. Concordo que a degeneracao do ensino transformou os meninos pobres de ontem nos pivetes de hoje. E ainda nao chegamos ao fundo do poco.

Moral da estoria 2: adoro a psicologia infantil daquela epoca! Hoje em dia as familias classe media tem pequenos monstros dentro de casa. Nao pode contrariar, nao pode bater, nao pode deixar de castigo, adulto nao pode nada, crianca pode tudo! A ditadura da crianca.

segunda-feira, 4 de dezembro de 2006

Che

Gente, ate eu fiquei apaixonada pelo Che Guevara quando assisti a esse filme, hehe. Tambem, com o Gael Garcia Bernal como Che, nao tem como. Foi "propaganda" (no sentido original da palavra) das piores, pegando pelo emocional. Mas ai vai a verdadeira cara do guerrilheiro:



Tirado do The People's Cube.

domingo, 3 de dezembro de 2006

Ark II

Esse era um dos meus seriados favoritos quando era crianca (decadas de 70/80). Ficava fascinada com a cadeira voadora. Achava que ia ter uma dessas quando crescer, porque certamente ja estaria em producao uma ideia tao maravilhosa. Hoje sei que existe uma dessas cadeiras, mas esta em fase de prototipo ainda. A humanidade tem me decepcionado em termos de invencoes, hahaha.

Tambem achava o maximo a van branca. Os cientistas tomavam pilulas ao inves de alimentos. Eu tambem queria ser cientista.

Divirtam-se. Vou comprar a serie em DVD, tem na Amazon. Depois posto outros videos que sao do meu tempo de infancia, para descontrair um pouco, e agora que ja fiquei mestre em postagem de videos, hehe.

Otima semana de trabalho/estudo a voces!

Estou Ficando Fera...

Consegui colocar os videos direto no meu blog. Nada como um bom copy & paste no codigo, porque da forma simples ainda nao descobri como se faz. Se voces souberem, me avisem. Agora podem assistir ao video da Fox News, sobre os imams no voo da US Airways, e aos videos do The People's Cube ("we support our troops" e o video sobre a invasao da Europa pelos muculmanos). Bom domingo!

Fox News - "Real Free Speech" by Dennis Miller

Vale a pena assistir:




Fox News - “Real Free Speech”: Dennis Miller Has Advice for The Six Imams

sábado, 2 de dezembro de 2006

O Mundo Esta Melhor, Nao Pior!

Essa eh uma excelente reportagem da revista britanica THE SPECTATOR. Estamos vivendo um dos melhores momentos da humanidade ate o momento. Para os pessimistas de plantao, leiam a reportagem inteira (de graca, basta registrar-se no site da revista), vejam os numeros, e sejam mais otimistas. E desculpem-me os que nao falam a lingua do bardo, fiquei com preguica de traduzir...

The world is richer and healthier
(Allister Heath)

For billions of people around the world, these are the best of times to be alive. From Beijing to Bratislava, more of us are living longer, healthier and more comfortable lives than at any time in history; fewer of us are suffering from poverty, hunger or illiteracy. Pestilence, famine, death and even war, the Four Horsemen of the Apocalypse, are in retreat, thanks to the liberating forces of capitalism and technology.

(LIBERATING FORCES OF CAPITALISM AND TECHNOLOGY! Preciso dizer mais alguma coisa aos amantes de Cuba e Coreia do Norte?)

If you believe that such apparently outlandish claims cannot possibly be true, think again. In a book which will trigger intense controversy when it is published later this month, the acclaimed American economist Indur Goklany, former US delegate to the United Nations’ intergovernmental panel on climate change, demonstrates that on every objective measure of the human condition — be it life expectancy, food availability, access to clean water, infant mortality, literacy rates or child labour — well-being and quality of life are improving around the world.

A remarkable compendium of information at odds with the present fashionable pessimism, Goklany’s The Improving State of the World, published by the Cato Institute, reveals that, contrary to popular belief, it is the poorest who are enjoying the most dramatic rise in living standards. Refuting a central premise of the modern green movement, it also demonstrates that as countries become richer, they also become cleaner, healthier and more environmentally conscious.


Tive acesso a essa reportagem via O INSURGENTE

sexta-feira, 1 de dezembro de 2006

Videos Muito Bons!

Direto do YouTube para voces, realizacao do The People's Cube:

Os democratas estao querendo tornar o servico militar americano obrigatorio. Ha um otimo artigo da The Heritage Foundation, em que eles mostram os numeros das Forcas Armadas: em geral, os jovens que se alistam sao mais ricos que a media da populacao, e vem do interior. Ah, e a maioria eh branca. Os democratas, logico, dizem que eh so pobre dos suburbios das grandes cidades que se alistam, de preferencia hispanicos. Nao poderiam estar mais enganados. Leia o artigo aqui.

E veja o video. We Support Our Troops:



Saiba tudo sobre o discurso do Papa Bento XVI, e o que realmente estava por tras de suas palavras: http://www.thepeoplescube.com/red/viewtopic.php?t=836

quinta-feira, 30 de novembro de 2006

So Para Deixar Claro...

Eu respeito os idosos. Eu nao respeito eh quem esta tentando tirar vantagem de mim, seja de que idade for. Aih nao respeito mesmo.

Quanto ao fato de andar de onibus de graca, so posso dizer uma palavra: ridiculo. Eu pago imposto hoje, para amanha quando for velha andar de onibus de graca? Quale. E se eu nao quiser andar de onibus? Prefiro eu mesma tomar conta do meu dinheiro, do que deixar nas maos do governo. Isso eh democracia. O resto eh brincadeira.

E o negocio eh o seguinte: eu nao andava de onibus quando morava no Brasil, e nao andarei. Problema de quem esta pagando extra. Mas acho valido discutir o assunto. Eh sempre cortesia com o chapeu dos outros, e sou contra isso. Igual o deficit da previdencia: funcionario publico ganha 100% do salario quando se aposenta; voce acha que esta certo? Eles tem mais direito que eu? Em um pais decente, TODOS tem os mesmos direitos. Simples.

Transporte Publico em SP

Eu te pergunto, por que idoso anda de graca em Sao Paulo? Alguem me da uma razao valida? Se ainda pagassem meia passagem, ainda vai... Mas de graca? Estao fazendo caridade com o chapeu dos outros. O meu chapeu, o seu chapeu, o de todo mundo que utiliza o transporte publico de SP.

Os estudantes ficaram protestando em praca publica. Nao entendem nada, e vao la encher a paciencia. Querem que o Estado lhes de tudo de graca. O paizao Estado. Esquecem que o Estado eh um conceito abstrato. O Estado sou eu, voce, e todo mundo que paga impostos nesse pais. Impostos escorchantes para o assalariado.

Idoso paga meia em cinema, e nao contentes com isso, ainda furam a fila. Isso so existe no Brasil. A ditadura do idoso. Nos Estados Unidos e na Europa idoso entra na fila, como *qualquer* cidadao. Temos os mesmos direitos... ou nao temos? Eles tem mais direitos do que eu?

Caso veridico que aconteceu comigo, e nao pude evitar. Fiquei muito fula da vida com a velharada. Estava eu em um shopping da Zona Sul de Sao Paulo, localizado perto da Paulista. Tinha chegado muito cedo para a sessao de cinema que queria assistir, ja havia almocado, nao ia comprar nada, nao queria ver vitrine de loja, entao sentei em um banquinho perto do cinema e fiquei assistindo o desfile humano. Quando deu meia hora para o inicio da sessao do meu filme, postei-me na fila. Era a primeirona! Eu sabia que aquela sala tinha um lugar cobicado, um unico lugar dos meus sonhos, em que nao havia ninguem atras para te chutar a cadeira, e nem ninguem a frente para atrapalhar a visao. O meu lugar! Mas eis que.... Surge assim, do nada, um bando de velhos. Sim, eram uns 8 ou 9, todos juntos. Saudaveis, sabe. Ninguem em cadeira de rodas, ninguem com problemas. Eles chamam o mocinho da entrada e perguntam onde eh que eles entram, porque "tem preferencias, ne". O mocinho pede que eles esperem ao lado de mim. Assim, de lado. Voces acham que as vovos e os vovos sentaram (tadinhos, cansados, pernas fracas)? Que nada, ficaram animadamente conversando do meu lado, em pe. Caras de pau, pensei, pagam meia entrada, chegam tarde, e vao nos roubar os melhores lugares! Ah nao, isso nao! Nao aguentei: chamei o mocinho e perguntei: "Amigo, gravida tem preferencia, ne?". Ele olhou para mim assustado, sem resposta. Eu nem esperei, na maior cara de pau: "Eh que eu estou gravida". Dei um sorriso matreiro e me postei *na frente* da tchurma de velhos.

Fui a primeira a entrar! Comigo nao, violao.

Politicamente Correto - Uma Praga a Ser Combatida

Nao ha nada mais chato do que o tal do "politicamente correto". O sujeito nao eh negro ou mulato, eh afro-descendente, afro-americano, ou afro-brasileiro. E com essa baboseira vem as acoes afirmativas. "Temos que ter mais mulheres em postos de comando no governo", "temos que ter mais negros nas organizacoes". Sao criadas cotas em todos os lugares. E os ruins sao promovidos, para a empresa ficar bonita na foto. Eh o cumulo.

Eu nao quero ser promovida a diretora de banco porque sou mulher. Que isso! Quero ser promovida porque sou uma EXCELENTE PROFISSIONAL, como varias outras pessoas. Profissional nao tem sexo. Tem eh competencia. Profissional tambem nao tem cor, nem preferencia sexual. O mundo dos negocios nao deveria se deixar contaminar por essas idiotices.

Estamos implementando essa besteira tambem no Brasil. Vide o "Dia da Consciencia Negra". Ja temos o "Dia do Indio". Acho que, para usar da mesma medida e sermos politicamente corretos, temos que criar o "Dia do Portugues". Afinal, se nao fosse pelos portugueses, nao teriamos a nacao hoje chamada Brasil. Estou certa? E logico, como os alemaes e italianos contribuiram enormemente para a prosperidade do pais, tambem acho que deveria ser criado o "Dia do Imigrante Alemao e Italiano". Pode ser em uma data so, assim o Sul nao precisara parar por 2 dias. Ah, e claro, ia me esquecendo... Temos que ter o "Dia do Japones". Usando das mesmas palavras dos petralhas, Sao Paulo eh a cidade que tem o maior numero de japoneses depois do Japao (so para esclarecer, eles disseram que o Brasil eh o pais que tem maior numero de negros depois da Nigeria, o que eh uma baboseira, porque temos no maximo 5% de negros. A maioria da populacao eh mestica, nao negra). Sugiro uma comemoracao especial no "Dia do Japones", que mostra o que eles vieram fazer nessas terras tupiniquins: ao inves de descansarmos, trabalharemos obrigatoriamente 1 hora a mais!!!! Gostaram? Hahaha.

Os Bobos Alegres

Na minha opiniao, oposicionistas no Brasil sao bobos alegres. Ja ouviu essa expressao? Eh comum em Minas, pelo menos no meu tempo era. "Que isso menina, deixa de ser boba alegre!"

Fazemos piadinha. Gostamos de ser piadistas, ne. Brasileiro eh assim, esta no sangue, enfrenta tudo de bom humor. Que maravilha. Faz piada da propria miseria. Faz piada da propria ignorancia. Faz piada de tudo.

Temos que ser mais serios. Temos que aprender a ser mais organizados. Ordem, organizacao, seriedade, compostura! Vamos acabar com o mito de que nao somos um pais serio ("le Brésil n'est pas um pays sérieux").

Se nao fizermos uma oposicao linha dura, organizada, centrada, nao conseguiremos nada. E ai, quando nos dermos por nos, sera tarde demais. Tarde demais para qualquer reacao organizada. Focos oposicionistas isolados nao vao ganhar batalhas, quanto mais a guerra.

Pessoal, caiam em si! Eh guerra mesmo, ou voces acham que os petistas estao de brincadeirinha? Onde esta a oposicao seria desse pais? No exterior? So se for...

terça-feira, 28 de novembro de 2006

O Democrata e o Alien no Feriado de Thanksgiving

Last Thursday a flying saucer landed in my backyard. A friendly, if slightly disoriented alien pilot told me he needed a drink. I had just what he wanted, since this was Thanksgiving and all. I was glad to have company so I wouldn't have to eat my famous fat-free vegetarian imitation turkey all alone.

His name was Ollie and he came to Earth looking for an honest, self-reliant, optimistic, and technically inclined nation that could benefit from a contact with his more advanced civilization. "Whoa, whoa!" I raised my finger. "To call yourself advanced you must take at least three diversity training classes. What planet are you from, really?"~"There's no such thing as a more advanced civilization," I said. "All civilizations are equally advanced; they just find different ways to express their advancement."My guest laughed. "I just escaped from a planet where people eat their neighbors whom they kill with sharp rocks. Does that sound advanced to you?" "That is a value statement," I objected. "Did you try to examine the cause of their anger? Could they, perhaps, be hungry? Could they be disenfranchised victims of unfair trading policies, exercising early forms of class struggle against the oppressive neighbors? They didn't kill innocent chickens; that we do know.""They sure wanted to kill and eat me. Come on, they're savages."Savages? Really? "If you must use the 'S' word," I said indignantly, "have the decency to modify it with the word 'noble' - as in 'noble savage.'""They threw me into the fire," he said. "I was saved by my asbestos spacesuit, which they thought was my shiny skin. They're savages alright.""At least they didn't harm the environment with asbestos, " I quipped. "Nor have they caused Global Warming with industrial pollution. That alone makes them more advanced than most Americans who have no social consciousness whatsoever."

"Who are these Americans you speak of?""I'm glad you asked," I said. "Americans are the most biased, oppressive, exploitive, insensitive, homophobic, racist, sexist, bloodthirsty, greedy, capitalistic, environmentally-unfriendly people who live in the ugliest country on planet Earth. You just landed in it."The alien moved his eyes from the vegetarian imitation turkey, bottles of Evian water and his scoop of Ben & Jerry ice cream to the flat-screen high-definition TV, computer, dishwasher, cordless phone, and a thermostat on the wall next to the bookshelves with collector's editions of Marx, Lenin, Chomsky, and Michael Moore.

"For a citizen of such a hideous nation you're doing alright," he said. "Are you some sort of a king or a dictator?""A king?" I rolled my eyes. "I work on an educational grant from the government." "Oh. So you do work for the government.""It's not what it sounds," I corrected him. "I only let the American government pay me because that takes money away from their illegal wars. Whatever the Department of Education shells out on my grant is obviously not enough.""Do tell me about the nature of your work.""I am a professional revisionist. Currently I'm rewriting old novels that are on the students' reading lists, bringing them in compliance with the progressive worldview," I said. "I turn classic villains into sympathetic characters with legitimate grievances. The readers no longer have to take sides, which promotes in them a correct attitude of non-judgmental moral relativism. Occasionally I also expose classic heroes as biased reactionaries who enjoy their ill-gotten wealth, blind to exploitation of the toiling masses. The grant is called 'Prosaic Justice.' It is meant to raise the next generation of Americans as kinder, gentler, more sensible and intelligent human beings, unlike the grotesque monsters they are today."

"It still sounds as if you're part of this government's elite," he insisted. For someone claiming to come from a "more advanced civilization" his naiveté was rather insulting."Let me put it this way," I said patiently. "I belong to the heavily underpaid intellectual elite, working against this government virtually in the underground.""The anti-government rebels on this planet sure have style," he insisted. "Look at all the things you've got.""Don't you understand?" I exclaimed indignantly. "All these things have been stolen from the oppressed people of the world through neocolonialism, unfair trade agreements, and wars. And now we're supposed to celebrate Thanksgiving? Honoring the theft of resources from the world's poorest citizens? Personally I use this occasion to celebrate my immeasurable guilt for having all these things that I don't even really need.""Why don't you just give them back?""The former owners are dead," I lied. "But to talk about my guilt for having these things feels just as good as giving them back. Especially if I succeed in making others feel as guilty as I am. Your spaceship for instance. Where did you steal the metal to build it? And what solar system did you rape to get all that fuel? See what I mean?""I see," my guest stood up. "Looks as if this planet is not ready for contact yet."

"Wait!" I said, running after him. "We have other countries, much better than America! Progressive, socially conscious countries! Members of the United Nations!""It doesn't work that way," the alien said, beeping the door of his ship. "If this planet has a group of people that match your description, it's damaged goods.""Damn you, America!" I cried. "Now that we finally had a chance to build a mutually beneficial relationship with other planets you had to go ahead and ruin it for everybody!"

With a faint whirring the flying saucer leaped above the roofs, hesitated for a few moments, and then disappeared among the stars, forever. I went back to my vegetarian imitation turkey, suddenly realizing that all the anger and the guilt that had been haunting me all day were gone - replaced with a sense of an accomplished mission. Come to think of it, I just saved a whole alien world from the corruptive American influence! It felt almost as good as when the US Forces withdrew from Vietnam and Somalia, or when we defeated Republicans in the midterm elections.

I adjusted the electronic shiatsu massage pad on my couch and turned on CNN.

(tirado do The People's Cube)

O Anti-Americanismo Tosco

Brasileiro moooooorre de inveja de americano. Queriam estar aqui, ter o dinheiro deles, comprar o que eles compram, se sentirem poderosos, donos do mundo... E nao vem dizer que nao eh verdade porque la no fundo, bem no fundo mesmo voces dao o braco a torcer. Tem ate exemplo na nossa politica externa, ou voce acha que as tentativas do Lula em tentar uma posicao no Conselho de Seguranca da ONU significam o que? Ah, temos que mostrar ao mundo que somos importantes! Outro exemplo: o tal do comercio, alianca, integracao, baboseira sem igual chamada Sul-Sul. A gente prefere ser o lider dos pobres revoltados do que ser o piorzinho dos ricos. Logico!!!!

Mas nao precisava chamar tanto a atencao como nesse caso do Legacy. Esta mais do que claro que a culpa eh do sistema aeroviario do Brasil. Que, por sinal, se acreditava de primeiro mundo! Bradavamos aos quatro ventos que tinhamos tecnologia igual senao superior a dos Estados Unidos. Incrivel mesmo. Como se bastasse repetir uma mentira mil vezes para que ela se tornasse automaticamente verdade! Bom, como sempre a-d-o-r-a-m-o-s colocar a culpa nos outros, e nao olhamos para o proprio umbigo, quem sao os culpados? Os americanos, logico!!!!

Ah, e sem contar a ignorancia da populacao, que torce contra os Estados Unidos de *qualquer forma*. Visitem o site do Joe Sharkey, o reporter do New York Times que estava a bordo do Legacy. Alem de checar a ignorancia do nosso povo, divulgada a meio mundo que le ingles, voces se deliciarao com os adjetivos que ele confere as nossas mais ilustres personalidades publicas: o Waldir Peres, aquele Ministro da Defesa fanfarrao, eh chamado de Wonderful Waldir, haha. O Lula eh chamado de Lucky Lula, demais!!!! E o Brazil... Bem o Brazil eh chamado de "rabbit hole, home of cracked logic and egregious contradictions that go utterly unchallenged, the land where nobody's responsible for nothing". Perfeito! Ate para descrever o nosso proprio pais o americano eh superior. Eu nao conseguiria encontrar palavras tao bem ajustadas a realidade do pais...

segunda-feira, 27 de novembro de 2006

Links

Adicionei uns sites muito interessantes que estive acessando nos ultimos dias. Vale a pena voces darem uma olhada. Sao todos sobre politica, logico. Precisamos reagir, estamos na lona mas ainda nao morremos. Dou todo o meu apoio, daqui dos Estados Unidos.

quinta-feira, 16 de novembro de 2006

Aniversario!

Meu aniversario hoje! Fazendo tlinta e tles anos... Hehehehehe. Idade de Cristo. Que mais? Sei la... Nao sinto a menor diferenca.

No mais, o futuro eh sempre melhor do que o passado. Sempre me vejo melhor daqui para a frente. Nunca pior. Sou como o vinho, quanto mais velho, melhor. Em uma aula de Leadership aqui em Columbia, o professor falou que eh raro as pessoas pensarem como eu. Diz que a maioria sempre pensa que o melhor ficou preso em algum do lugar do passado. Tipo: "o melhor dia da minha vida foi quando eu tinha 18 anos e..........", ou "minha melhor epoca foi na faculdade quando......". Nunca pensei assim, serio. Nao voltaria ao passado de jeito nenhum. Ai que preguica viver tudo de novo. Preguica!!!! Mesmo porque ja evolui tanto que daqui para a frente as coisas so podem ser melhores, nunca piores. Senao contraria a natureza.

Otimista por natureza!!!! DIAS MELHORES VIRAO, SEMPRE. UM APOS O OUTRO!

domingo, 29 de outubro de 2006

Nas Vesperas da Eleicao...


... a minha profunda admiracao pelo bravo povo brasileiro! Ai que vergonha de ter nascido ai... Da pra falsificar certidao de nascimento na Argentina? Pago o que for...

domingo, 22 de outubro de 2006

O Dialogo entre Maggi e Lulla - EXTRA! EXTRA!

Eh isso mesmo, tomara que o Lulla venca, quero mais eh que ele venca. E de preferencia que afunde o pais mais do que ja esta afundado. Que ele de muito dinheiro para o bando dele, e que de muita esmola para o povao, mas que a inflacao volte castigando todo mundo, e que o pais caia ainda mais no ranking mundial.

Rico que eh rico faz igual ao Blairo Maggi, vende voto tambem, mas nao eh por qualquer esmolinha que nem o povao. Haha. Conversa secreta entre o Maggi e o Lulla:

- Po Lulla, assim nao da! Assim nao da!
- Calma Maggi, nesse segundo mandato vamos virar o placar...
- Nao Lulla, sabe como eh ne... O pessoal aqui do Mato Grosso eh tudo fazendeiro, plantador de soja. Voce esta arruinando com o nosso lucro! Assim nao da!
- Maggi, Maggi... Vamos fazer o seguinte. Voce sabe que eu preciso de uns votos no Centro-Oeste tambem ne, nao da pra confiar so em nordestino...
- Entao Lulla, se voce liberar uns subsidios pro pessoal, acho que da para negociar um apoio.
- Maggi, acho uma boa ideia. E ainda vou posar de bonzinho com o pessoal da agricultura. Entao fica assim, eu libero os subsidios, voce me apoia e consegue mais voto.
- Lulla, so nao esquece de segurar aqueles chatos do MST, que insistem em querer invadir nossas fazendas... Isso eh propaganda negativa no estado.
- Maggi, o MST so age quando eu quero, nao esquenta. Voce nao viu que eles estao quietinhos agora? Se o Chuchu ganhar vou botar pra quebrar, mas por enquanto esta tudo certo.
- Otimo entao. Quando eh que anunciamos o pacto?

Ah, pois eh. E o povao besta e a classe media otaria votam no Lulla. O povao besta ganha esmola, a classe media otaria acha que eh intelectual. E os ricos? Esses nao estao nem ai, sabem por que? Porque nao importa quem ganhe, o que importa eh que sempre farao dinheiro, seja com o PT, seja com o PSDB. Igualzinho banco, tem lucro na crise e na bonanca. E o resto que se dane...

E eu como estou aqui no bem bom, tambem quero que o pais se dane. Nao me afeta mais. Alias, se tiver na crise eh melhor ainda, porque as taxas de juros aumentam, eu aplico dinheiro ai, e ganho muito mais. Muito melhor a crise para o investidor estrangeiro que sabe aplicar... Eh so saber quando cair fora. Alias, sera que o Lulla vai mesmo tomar a poupanca? Acho melhor comecar a tirar o dinheiro do pais, eu heim!

domingo, 1 de outubro de 2006

Alivio!

O adoravel presidente vai ter que encarar o 2o turno! Ahhhhh, vai ser demais, ver ele em debates em cadeia nacional com o Alckmin, vou ter que acessar o YouTube para poder dar risada da situacao!

E pensar que ainda teremos 4 semanas para sabermos mais sobre o escandalo do dossie, vulgo Operacao Tabajara, aquela em que se prova por A+B a incompetencia total dos Petralhas (se lembram dos Metralhas do Mickey Mouse?).

E claramente vemos a polarizacao das votacoes, o eleitor educado do Sul que vota no Alckmin, o eleitor ignorante e recebedor de Bolsa Esmola do Nordeste que vota no Lulla (com 2 L's mesmo, porque ele vai dar tapinha nas costas do Senador Collor, ja que nao tem mais vergonha na cara e anda junto com Jader Barbalho, Jose Sarney e cia limitada).

E renego veementemente meu estado natal, estado ignorante, estado analfabeto, e adoto Sao Paulo de uma vez por todas como terra natal. Porque a eleicao esta sendo definida em Sao Paulo, e mais uma vez Sao Paulo mostra ao Brasil a que veio, locomotiva da uniao, berco de gente decente que quer ir pra frente. Minas Gerais, estado atrasado, oligarquico, dominado ate hoje por uma pequena elite que se vende a preco de banana (estou falando mesmo do Jose de Alencar e cupinchas). E a populacao ignorante, que da os votos para o Lulla... Vergonha! Como eh possivel votar no Aecio e no Lulla ao mesmo tempo? Incoerencia! Loucos!

E o Aecio teve um comportamento vexatorio, apoiou muito relutantemente o Alckmin. E vamos ter mais problemas com ele daqui pra frente, porque agora vai ser o PSDB Minas versus o PSDB Sao Paulo. Adivinha com quem estou? Adivinha?

sexta-feira, 15 de setembro de 2006

Made in Taiwan

Quem disse que tambem nao temos chuva aqui no final do verao? So que nao sao "as aguas de marco fechando o verao, e a promessa de vida no meu coracao". Aqui sao as aguas de setembro fechando o verao, e a promessa de um outono maravilhoso enchendo as nossas vistas de alegria.

Bom, diazinho chuvoso hoje. E estou confortavelmente instalada em casa, com meu laptop ligado, uma xicara de cafe com leite fumegante do lado, e a chuva la fora, caindo, caindo... Bao dimais da conta!

Mas acessei esse blog nao para escrever sobre isso... Acabei de ler uma noticia que cerca de 320 mil taiwaneses estao acampados *sob chuva* na frente do palacio do governo pedindo a renuncia do presidente basicamente porque: ele usou para fins privados 11 milhoes de dolares, a primeira dama aceitou presentes carissimos e o filho do primeiro casal usou informacoes privilegiadas para negocios proprios... Gente, isso eh Taiwan mesmo? Se nao fossem os Chen, Ching e Ling da vida, eu podia jurar que a noticia vinha de uma certa "banana republic"... Oh meu Deus, como a vida nos prega pecas!

Enquanto isso na "banana republic"... O amado presidente usou bem mais de 11 milhoes de dolares para fins particulares (ou do partido, mas da na mesma), a primeira dama pediu a cidadania italiana porque ela quer dar melhores perspectivas aos descendentes, e o filho do primeiro casal, bem deixa pra la, todo mundo sabe disso...

As diferencas basicas entre o tigre asiatico e a banana republic sao: 1) esse presidente que esta quase sendo deposto esta em segundo mandato tambem, mas foi o primeiro presidente eleito por vias democraticas, enquanto nos temos uma historia um pouco mais longa de democracia, e 2) a populacao do tigre asiatico se importa com isso, enquanto a populacao da banana republic nao esta nem ai.

Eh nessas horas que eu fico extremamente feliz e confortavel com a minha decisao de ter largado para tras minhas origens terceiro-mundistas...

sábado, 26 de agosto de 2006

Depois do Cinema

Num belo sabado a tarde, quando ainda morava em Sao Paulo e o X ja estava no Texas, resolvi como de costume ir ao cinema. No Top Center na Paulista ha 2 salas de cinema, antigas, e que geralmente passam uns filmes antigos tambem, tudo muito do meu gosto. De vez em quando eles ate faziam uns festivais, tipo Festival Bergman, e ai passavam os melhores filmes do Bergman por um determinado tempo.

Bom, sei que o filme terminou umas 9 da noite. Ja estava escuro, mas para voltar para casa eu tinha que andar apenas 2 quadras na Paulista, e mais 1 quadra na Pamplona, e pronto, estaria em casa sa e salva. Logicamente, antes de sair me vesti a carater, ou seja, calcado que permite fuga rapida, roupa comum nao muito vistosa, e bolsa somente com o essencial. Alias, essa foi a mancada, quando saia assim a pe em Sao Paulo, geralmente carregava o dinheiro no bolso, mais a carteirinha de estudante. Nunca chamava a atencao. Dessa vez nao sei porque estava com a bolsa a tiracolo.

Nao eh que estava andando no passeio em frente ao estacionamento no terreno em que ficava a mansao dos Matarazzo, que alias eh meio escuro (outra mancada minha), e minha visao periferica me alerta: ha um bando de pivetes (criancas?) se aproximando, IOH IOH IOH (som de alerta maximo na minha cabeca), CUIDADO, aqui nao tem mais ninguem e podem te encostar no muro. Aha, apertei a bolsa contra o corpo, a adrenalina correu solta, preparei a largada, e PUMMMM, corri os 100 metros rasos que me separavam do sinal da rua Pamplona, sem nem olhar para tras, mas ouvi um "ah tia, eu so ia pedir 50 centavos".

E eu ia pagar pra ver, eu heim, acham que sou maluca? Todo mundo eh suspeito ate que prove o contrario.

quinta-feira, 24 de agosto de 2006

Pilulas

Essa semana estou sem nada para fazer, o estagio terminou na sexta-feira, a euforia de receber a oferta passou, a vida voltou ao normal, e as minhas aulas so comecam no dia 5 de Setembro. Nesse meio tempo estou aqui, tentando acabar com a monotonia.

Nao da, nao nasci para ser dondoca (e nem tenho dinheiro suficiente para isso). Alem do mais, a-d-o-r-o a vida social que o trabalho proporciona. Ir todo dia para o escritorio, encontrar seus colegas, falar com os clientes, tomar um choppinho as sextas no final do expediente... Para mim nao ha nada melhor do que isso. Alias, comecar a segunda esperando pelo sabado, aproveitar bem o final de semana porque a proxima segunda esta perto... Eu realmente curto essa "rotina".

Estava lendo em um outro blog sobre eventos em que as rodas de homens e mulheres ficam meio distanciadas. Nem eh preciso ir a eventos, basta reparar isso na propria familia. Eu sempre me intrometo na roda masculina. Nao sei porque, mas nao consigo ficar nem 5 minutos em uma roda feminina. "Ai, fulana, voce acredita que a minha faxineira quebrou aquela peca m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a que ganhei de presente de casamento ha 10 anos atras"? "Querida, imagina so que o Junior nao quer desmamar! O que voce acha que eu devo fazer"? "Gente, olha so o Juninho, ele nao eh a cara do pai? Esta tao esperto esse menino, tira as melhores notas do jardim de infancia"! E por ai vai... Ultra interessante, o problema eh que eu me sinto um peixe fora d'agua, ja que nao tenho a mesma rotina que elas.

Ja a roda masculina, se estavam falando de mulhers, no momento em que eu me aproximo o assunto eh cortado, logicamente. A nao ser que os caras sejam meus amigos, ai nem tem problema, o assunto continua e ainda perguntam a minha opiniao, hahaha. Mas em geral o papo rola em torno de negocios, carreira, e esportes. Muuuito mais interessante!

sexta-feira, 18 de agosto de 2006

Veni, Vidi, Vici

Por enquanto, logico. Comemorem comigo, meus amigos. Sou a mais nova funcionaria do Banco E - escritorio de New York. Post curto mesmo, vou sair pra comemorar hoje.

Ah, Wall Street...

domingo, 13 de agosto de 2006

Os Mercados

Bom, era um desses dias de verao esturricantes em que as 6 da manha ja esta fazendo uns 28 graus Celsius, umidade a 70%, e eu suando e quase passando mal com minha camisa de manga comprida esperando pelo metro, nem um sopro de vento para aplacar o bafo do diabo...

O trem chega, o ar condicionado esta no maximo, e eu consigo um assento e abro o meu jornal... E leio que, apesar da tentativa de terrorismo na Inglaterra, os mercados nem se abalaram. E uma entrevista com um entendido dizia que agora eh assim, os participantes entendem que o terrorismo faz parte do jogo, assim como os fenomenos da natureza; voce nunca sabe quando eles podem ocorrer, mas que eles certamente irao ocorrer mais cedo ou mais tarde eh uma certeza. E a Bolsa de Valores de Nova Iorque fechou em alta, depois de uma leve caida...

Entao eh assim, nos seres humanos nos adaptamos a tudo mesmo. Nos adaptamos a mudancas climaticas, a atos terroristas, a guerras e perseguicoes, incrivel como continuamos tocando nossa vida "apesar do mundo la fora". Mundo do qual fazemos parte, veja bem.

Incrivel a nossa adaptabilidade como especie. Estava lendo sobre a vida de um soldado israelense: pai de familia, 3 filhos, trabalho numa multinacional. De repente o telefone toca e la esta ele, major do exercito lutando no sul do Libano. Hoje executivo, amanha soldado.

Aposto tambem que em Sao Paulo ninguem mais se horroriza com os atos do PCC. Virou rotina, nao eh mesmo? Esta embutido nos precos de mercado.

Acho que tomando a humanidade como um todo, essa eh a coisa certa a se fazer. Logico, alguns morrerao, mas o grosso sobrevive, e acima de tudo, mostramos a esses paladinos da destruicao, a esses defensores do obscurantismo e do mal que eles podem fazer o que quiserem, nos somos a maioria e nos nao nos renderemos. Tocaremos nossa vida, tocaremos o mundo, e eles sao apenas uma pedra no sapato...

terça-feira, 8 de agosto de 2006

Cansei...

Como diz o Diogo Mainardi, cansei de falar mal do Lula, e tambem do Brasil. Agora eu quero discutir os problemas mundiais, porque afinal um Lula ou outro nao incomoda muita gente, e um aiatolah louco incomoda muito mais... Fora que o Lula vai ganhar mesmo a eleicao ai no Brasil, entao nem vou gastar dedo com ele. O dia que o PSDB colocar o Aecio como candidato, ai sim, manifestar-me-ei (matei com essa mesoclise, heim!).

Nao entendo muito ainda de politica do Oriente Medio, estou tentando me informar mais para nao falar bobagem. Tem um amigo meu no MBA que eh marroquino e muculmano e comecaremos a discutir mais politica no horario dos happy hours da universidade (com um copo de cerveja na mao, logico). Prometi que ensino sobre politica latino-americana, desde que ele me ensine sobre politica no Oriente Medio (e voces achavam que MBA era so farra, ne? Que nada...).

O que consegui deduzir ate agora (valeu a graduacao em engenharia, pensamento racional e linear): os nossos maiores aliados no Oriente Medio sao ditaduras sunitas (Arabia Saudita, Jordania e Egito). Os xiitas nao gostam da gente: Siria, Ira. Depois da queda do Saddam, o Iraque virou xiita. Acredito que foi a maior besteira do seculo invadir o Iraque. A populacao oprimida do Iraque se quisesse que se rebelasse contra o Saddam. Mas nao, o Bush tinha que cair na besteira de invadir o Iraque. Tendo a concordar com a invasao do Afeganistao. Porque aquilo la sim, estava uma loucura, berco esplendido da Al Quaeda. Precisavamos (e ainda precisamos) acabar com os talibans a qualquer custo. Mas o Iraque estava sob controle, apesar de nao ser aliado mais...

Agora tem o Libano na jogada. E o que eh o Libano? Um joguete nas maos da Siria e do Ira, nada mais do que isso. Aquele presidente deles eh uma piada, o cara so chora. E o povo libanes, merece nossas condolencias pela "barbarie" israelense? Ora, se o povo libanes valesse um vintem furado, nao tinha colocado o Hezbollah no poder, democraticamente por eleicoes... E tambem nao toleraria sua presenca em areas civis. Israel ataca areas civis porque os civis abrigam os terroristas em seus predios, em suas casas, em seus quintais. Logo, os civis tambem sao culpados. E por isso, morrem. Guerra eh guerra. Ou voce quer uma guerra "humana"? Existe tal definicao? Voce me ataca, eu te mato, tao simples quanto isso, tao simples quanto o mais simples instinto de sobrevivencia animal.

O meu instinto de sobrevivencia diz que estamos ameacados. Ameacados por esses fundamentalistas que acreditam em martirio, em virgens e em acabar com a gente. Descubram o que eh ensinado nas escolas do Ira e depois venham conversar comigo. Enquanto isso, estou com Israel e nao abro: o Hezbollah tem que ser varrido do mapa.

segunda-feira, 7 de agosto de 2006

Eu Tenho Vergonha...

... de dizer que nasci no Brasil. Infelizmente. Adoraria dizer "SOU BRASILEIRA, COM MUITO ORGULHO, COM MUITO AMOOOOOOOORRRRRRRRR". Mas nao, isso so serve em evento de futebol. No dia a dia, tenho eh a maior vergonha. O problema eh que, apesar de me confundirem com outras nacionalidades quando me veem aqui, quando ouvem meu sotaque sabem que eu nao sou de la... Podia dizer que sou argentina, colombiana, mas meu sotaque me denuncia... Nao tenho sotaque de "hispano-hablante". Podia dizer que sou portuguesa, mas de novo, nem carioca sou pra imitar o X de purtuguesssss.... O que me restou? Ja me confundiram com bulgara (?!?)...

Ah amigos, eu sou do pais onde o crime organizado eh realmente organizado, estruturado, incorporado a sociedade. No meu pais, juiz e advogado sao baratinhos, baratinhos... Voce compra uma duzia a preco de banana. La em Rondonia entao esta em promocao, vale a pena aproveitar o preco. No meu pais, a bancada evangelica do congresso eh a mais corrupta, voce sabe por que? Porque se voce se arrepender, Deus vai te salvar... A gente ja rouba do povao, por que nao continuar roubando (do povao, via congresso)? Acontece que eu nao sou evangelica e nao quero dar dinheiro para esses salafrarios. Acontece que eu nao sou bandida e nao quero que o Marcola se de bem. Quero mais eh cadeira eletrica pra ele, se isso fosse possivel no Brasil. Pra ele e pra essa pulha de advogados que circunda o crime organizado no nosso pais.

Antigamente eu dizia que o Rio de Janeiro ia virar uma Colombia... Quanta ingenuidade... Ja somos a Colombia de 10 anos atras ha muito tempo, so nao sabiamos disso. Porque a Colombia vem combatendo o narcotrafico ha muito tempo. Igualzinho como a Italia e Nova Iorque combateram a Mafia. Sem perdao. Sem recurso. TOLERANCIA ZERO. Foi isso que limpou Nova Iorque das mas influencias ha 10 anos atras. Eh por isso que agora eu consigo andar sozinha e tranquila as 11 horas da noite no up up west side aonde moro, 122nd street, 3 ruas do Harlem...

Mas na Italia e na Colombia, os juizes em geral se agarraram a seus ideais e se sacrificaram... No Brasil, tenho a impressao de que todo mundo eh vendido. Tu, ele, nos, todos somos vendidos, pra que se preocupar? Afinal, o carnaval eh em fevereiro, daqui a pouco... "Moro num pais tropical, abencoado por Deus e bonito por natureza, mas que beleza, em fevereiro, tem carnaval..."

quarta-feira, 26 de julho de 2006

Richthofen e Champinha - 2 pesos, 2 medidas

Era uma vez, uma garota branca e bonita, de sobrenome alemao, que morava em um bairro classe media alta de Sao Paulo. De repente (ou nao), a garota chamada Suzane decide matar os pais. Nao sabemos exatamente o porque, e nunca saberemos. Sera que foi pura ganancia, sera que ela foi ingenua, sera que foi manipulada por Pink & Cerebro que nessa estoria se chamam irmaos Cravinhos? Ao inves da nossa garota Suzane xingar uns palavroes e se trancar no quarto ao som do heavy metal mais pesado, demonstrando assim sua rebeldia, nao... Ela toma uma decisao mais extrema. O problema foi que a nossa heroina (ou bandida) nao fez a licao de casa que devia: era maior de idade, nao estudou o crime da Rua Cuba para fazer igual, se envolveu com 2 individuos suspeitos por natureza, ou seja, foi extremamente amadora. Agora vai pegar 39 anos de prisao. Claro que nao vai ficar todo esse tempo na cadeia, mas vai perder uns bons anos.

Em outro canto da cidade... morava um garoto feio e pobre, nao sabemos nem seu nome nem seu sobrenome. So sabemos seu apelido estranho, Champinha. Nao tendo mais nada interessante na vida a que se dedicar, nosso estimado Champinha decide ser bandido por profissao, e inicia cedo sua carreira. Logico, quanto mais cedo melhor, mais progresso voce faz, e ainda conta com certos beneficios generosamente cedidos pela sociedade. O nosso amigo (ou inimigo) Champinha, juntamente com seus colegas, resolve sequestrar um casal de jovens que estava curtindo a vida por perto, infelizmente para eles. Nao contente em sequestrar, o grupo de amigos decide tambem torturar, estuprar e matar. Os amigos de Champinha vao ser estudantes do PCC nas prisoes paulistas. Ja Champinha nosso amigo, ao contrario da heroina Suzane, eh um profissional do crime: nao vai pegar nada, estara ai, solto nas ruas, em breve, em nossa estimada companhia.

A estoria nao tem moral. O Brasil nao tem moral. A nossa sociedade tambem nao tem moral. Leis devem ser obedecidas, e cidadaos que nao o fazem devem ser punidos. Mas leis estupidas tem que ser alteradas por cidadaos inteligentes. Afinal de contas, Suzane representa um perigo para a sociedade em geral? Nao. Ela vai voltar a cometer crimes hediondos? Muito provavelmente nao. O nosso amigo da Rua Cuba, depois de matar os pais, nunca mais fez nada, se estatistica conta para alguma coisa. E Champinha? Ah, Champinha eh outra estoria...

terça-feira, 25 de julho de 2006

As mulheres e a carreira

Ja vi e li (quase) de tudo a respeito de nos mulheres e a nossa carreira profissional. O que foi que aconteceu que nao progredimos mais? Estamos estagnadas, segundo estatisticas. Nao conquistamos os cargos superiores nas empresas, no maximo chegamos aos cargos de nivel medio. So tem 2 explicacoes: ou somos burras mesmo (nao aceito essa hipotese de jeito nenhum), ou nao estamos nem ai.

E aqui nos Estados Unidos nao eh muito diferente de Sao Paulo nao (nao digo o Brasil como um todo porque temos redutos definitivamente machistas onde ate hoje mulher nao vale um vintem furado). Uma analista numa materia do jornal recomenda que as mulheres passem a exigir que os maridos dividam as tarefas domesticas, para ai sim se dedicarem mais a carreira. Mas a explicacao nao para por ai: muita gente larga a carreira de lado para cuidar dos filhos, e depois de uns 3 a 4 anos volta para o mercado de trabalho. Ai nao da, ne. Nao tem jeito de progredir mesmo fazendo toda essa parada. Perdeu (perdemos) o bonde. E tambem nao da aquela de "vou trabalhar meio periodo, ou trabalho 4 dias por semana para me dedicar a criacao dos filhos". De novo, o trem passou e pfffff, tchau.

Entao, eu chego a conclusao de que nao queremos mesmo alcancar os altos postos. Digo, a maioria nao quer. Porque para chegar la em cima da piramide, precisa de muita dedicacao, e como diz o meu amigo Domingos, a vida eh cheia de trade-offs. Nao da pra ter 5 filhos e ainda querer ser presidente de banco. Logo, por favor, parem de semanalmente publicar essas materias e estatisticas sobre as mulheres e suas carreiras. Nao eh questao de sexo, eh questao de escolha pessoal.

Fui!

segunda-feira, 24 de julho de 2006

O circo

Essa eleicao parece um circo, em que na verdade os cidadaos comuns sao os palhacos da situacao. So assim mesmo para definir o que esta acontecendo.

Eu gosto de ler as reportagens em que figura a Heloisa Helena. Ela eh doida mas eh engracada, engracadissima. Diz um monte de verdade na cara do Lula e nao esta nem ai. O melhor de tudo eh que o Lula nao consegue ataca-la. Eu nunca votaria na maluca, nem de brincadeira, mas que gosto de ver ela gastando municao no Lula, ah isso adoro. Fuzila, fuzila o Lula, Loloh!

O Lula alias, de que planeta ele veio mesmo? Do Planeta dos Macacos, haha, so consigo pensar nisso. Macaco porque o cerebro dele eh do tamanho de uma azeitona. Se bem que... ele eh mais esperto do que eu. Mais esperto porque esta la, falando um monte de abobrinha, se escondendo atras da saia dos 40 ladroes, e tem neguinho que ainda acha que o homem eh honesto, Deus do ceu. Tem neguinho que acredita nas palavras dele, que tudo eh complo da oposicao, que as elites imperiais (eh, agora nos somos parte do Imperio), as elites senhoras de engenho (temos escravos tambem?) tem preconceito contra um cidadao semi-analfabeto que nem ele, que esta tomando os *nossos* lugares publicos. Olha so, que absurdo. O cara rouba e ainda culpa os outros de perseguicao.

Bom, deixa eu ir dormir que eu trabalho, dou um duro danado ao contrario dele, que nunca trabalhou na vida inteira, so foi arruaceiro, e como presidente so foi turista, porque acordo as 5:30 da manha. Nao eh moleza nao...

quarta-feira, 12 de julho de 2006

O calorao dos diabos

Ontem 10 horas da noite, cidade de Nova Iorque... Os termometros marcam 29 graus Celsius la fora. Nenhum ventinho, nenhuma brisa. Calor baforento. E a gente suando. Cara, fala serio, nunca tomei banho gelado na vida, mesmo quando ia a praia no Brasil tomava banhos relativamente mornos. Aqui estou tomando banho gelado. E achando bom ainda!

*****************************

Voces sabiam que a lua no hemisferio norte "cresce" do lado contrario? Ao inves de comecar feito um "C", a lua crescente aqui no hemisferio norte comeca como a miguante, um "C" invertido... Ahhhhhhhhh legal ne...........

******************************

Zidane, seu mane, ninguem mandou voce ter cabecinha de fosforo. Se eu fosse francesa estaria furibunda contigo. Ah, quale, perder a cabeca assim. Afinal de contas, voce eh profissional ou nao eh? So porque xingam a tua mae vai perder a esportiva? Toma o exemplo dos brasileiros, que sao profissionalissimos, so jogam mesmo por dinheiro. E haja dinheiro para fazer esses caras jogarem...

*******************************

Comprei meus inline skates (rollerblades) esse findi. As joelheiras e cotoveleiras e capacete estao chegando pelo correio. Ainda nao estreei os patins porque nao queria andar sem protecao. Vai que eu caio e me arrebento toda. Nao vejo a hora de estrear meus brinquedinhos!!! Proximo brinquedo a ser adquirido: um playstation. Adoro videogame! Outro brinquedo a ser adquirido quando estiver empregada e ganhar meu signing bonus: a Harley Davidson! "The difference between men and boys is the size of their toys".

domingo, 9 de julho de 2006

A Venezuela e os Liberais

Pois eh, dia desses lendo o Wall Street Journal no metro (e podem me chamar de republicana agora, me decidi por eles depois que eu ouvi umas mega besteiras dos democratas pseudo liberais que leem o New York Times)... Nao, antes dessa vou contar uma mais engracada...

Continuando com a nossa festinha do 4 de julho, um dos convivas e sua mulher se aproximam da gente por sabermos que somos latino americanos. E fazem a classica pergunta "voces gostam do Lula?" e eu logico dou a classica resposta, educadissima por sinal, sem um palavrao qualquer, que "nao, nao gostamos dele, nao gostamos do partido dele, eles sao iguaizinhos a todo o resto se nao sao piores, roubam igual, e pior de tudo, aparelham o governo com um monte de incompetentes". Falei por uns 5 minutos, isso ai eh o resumo do que eu penso do nosso dileto presidente. Enfim, o cara disse a frase tragica: "eu sou um fan do Chavez". Eu fiquei (quase) sem palavras. Perguntei o porque. Ele me disse que o Chavez esta investindo em infraestrutura, esta tirando a Venezuela da miseria, tem coragem de dizer que nao gosta do Bush, e mais um monte de besteiras do genero.

O negocio eh o seguinte: o cara nunca foi a America Latina e acha os ditadorezinhos de esquerda latino americanos interessantes. Pode? Esse eh o liberal americano. Porque o fulano nao gosta do Bush, eu gosto dele. Porque o fulano eh "pelos pobres", bem entre aspas mesmo, eu gosto dele. Essa de pobre ai, nunca vi nada melhor do que a frase do Lula, que gosta de governar mesmo eh pra pobre, porque pobre eh otario e nao reclama da vida, aceita tudo de cabeca baixa. Foi isso que ele falou na verdade. E os pobres, eh logico, nao fizeram nada.

Eu nao quis discutir a Venezuela com ele, porque ao contrario dele, eu sei que nao tenho 100% de certeza sobre o que acontece no pais, so tenho acesso as noticias pela midia. E eu tambem nunca fui a Venezuela. Mas fiquei com vontade de perguntar: se ele eh tao bom assim, por que nao deixa o pessoal votar na Venezuela, por que tem que controlar tudo? Sou totalmente contra governos autoritarios, sejam de esquerda ou de direita. Eu nao perguntei porque sabia qual seria a resposta: as elites controlariam tudo de novo.

Ainda bem que a dona da casa interrompeu a conversa chamando para o jantar.

quinta-feira, 6 de julho de 2006

4th of July

Meu primeiro 4 de julho aqui nos Estados Unidos, e foi muito legal. Claro, eh um dos principais feriados aqui, quase tao importante quanto esse so mesmo o Dia de Acao de Gracas ou Thanksgiving.

Fomos a uma "roof party", na casa de uns amigos. Estava cheio de gente, tinha comida e bebida pra caramba. Eles moram no Brooklyn, de frente para Manhattan. Local privilegiado para ver os fogos de artificio, que comecaram a pipocar mais ou menos as 9:00, 9:30 da noite. Os fogos foram disparados de dentro de barcos que estavam na parte sul do rio que fica entre Manhattan e o Brooklyn.

Minha primeira ida oficial ao Brooklyn, alias. A impressao que tive eh que o Brooklyn eh meio louco, povoado por uma galera mais nova (pelos 20 anos) e maluca (tatuados, rebeldes, etc etc). Aha, que bom que eh voltar a Manhattan. Pelo menos a Manhattan que eu conheco, cheia de caretas, hahahahahaha. Eu sou careta ja. Sou tao careta e antiquada que ainda uso essa palavra, "careta". Hahahahahaha.

Bom, mas pode ter sido so a primeira impressao do bairro. Nossos amigos disseram que logo depois do bairro deles eh o bairro da galera de 30 pra cima, entao ate posso considerar morar no Brooklyn ano que vem. Sei la. Posso considerar ir morar na China tambem, por que nao? Preciso trabalhar mais, esta tudo ficando monotono, eita. Estou comecando a desconfiar que eh por isso que as pessoas procriam, para terem mais com o que se (pre)ocupar. Qualquer trabalho acaba ficando monotono, mas filho, filho, voce pode dizer que eh um saco, mas nunca eh monotono, ne. Hahahaha.

Ahaaaaaaaaaa, prefiro ir pra Africa que procriar.

domingo, 25 de junho de 2006

Checa essas!

Estava lendo uma materia da Veja sobre a recuperacao da masculinidade norte-americana, explorada nos novos comerciais da Miller Lite. Os videos sao muito engracados:

http://www.manlaws.com/

Outro podcast que vale a pena verificar eh o seguinte:

http://www.despair.com/spin.html/

Voce rola de rir, porque trata sobre a arte da desmoticavao de funcionarios na empresa. Engracadissimo!

Um outro podcast magnifico (e sou totalmente suspeita para classificar esse daqui, pois eh de Columbia), trata sobre a escolha de Ben Bernanke para o cargo de chairman do Fed, ao inves do nosso reitor Glenn Hubbard (video "Every Breath You Take"):

http://www.cbsfollies.com/

Ah, esse ultimo saiu na televisao aqui nos EUA, em uns blogs do Wall Street Journal e outros. Foi muito bem recebido pela midia, da-lhe Columbia!