sábado, 23 de dezembro de 2006

Aventuras de Patricia na Terra Brasilis - Parte 1


"Oh dear! Oh dear! I shall be late!" - The White Rabbit

As aventuras comecam em Nova Iorque mesmo. Havia combinado de ir ao JFK com um amigo meu, que estava pegando o mesmo voo para Sampa City. Marquei com a Blue Van (ou SuperShuttle), um servico de vans que transporta as pessoas ate os aeroportos, para nos pegar as 4:50 da tarde (ultimo horario que eles poderiam passar la em casa, de acordo com o roteiro das vans). O aviao saia as 9:20 pm.

Deu 5:15, e nada. Liguei para eles. "Ele estara ai dentro de 10 minutos", disse a atendente do call center. Mais 15 minutos e nada, ja eram 5:30 pm. Resumindo a fase 1 de Murphy, liguei mais umas 3 vezes para o call center, de 15 em 15 minutos, e resolvemos pegar um taxi mesmo. Ja eram 6:05 da noite. Estavamos a 5 minutos dentro do taxi e ouco meu celular tocando: era o motorista da blue van na porta da minha casa. Nao atendi, e obviamente ele perdeu a viagem ate a minha casa, pois nao desmarquei da ultima vez que liguei. Nao ia dar essa chance a eles, hehe.

Levamos 1 hora e meia ate o aeroporto, transito pesado. Engracado, o transito de Nova Iorque eh pesado, mas estava tentando fazer uma comparacao com Sao Paulo, e tenho a impressao de que Sao Paulo eh pior. Impressao, disse, nao tenho certeza ainda. Mesmo porque, para ser franca, nao dirigia durante a semana em Sao Paulo (morava a 5 minutos do banco) e nao dirijo em Nova Iorque.

De qualquer forma, chegamos com tempo, pegamos a fila do check-in, e nos dirigimos ate o portao de embarque. E tomamos 1 hora de atraso da American Airlines. A coisa ruim ate que nao foi o atraso em si, foi o fato de ter que ficar esperando no mesmo saguao com o bando de brazucas que nao conseguiam ficar sentadinhos esperando (nem as pessoas com criancas estavam sentadas), e sim em pe a postos para serem os primeirinhos da fila, sendo que sempre o pessoal da primeira classe e da classe executiva sera chamado antes de todo mundo. Brazuca nao sabe que ha uma ordem para se entrar no aviao; fiquei rindo quando varios tentaram furar o bloqueio das aeromocas nazistas da American Airlines, haha.

Poltrona 23G, ultima poltrona da fila do meio, portanto no corredor. "Bom que eu posso esticar os pes", pensei. Voo lotado, nao havia um lugar vago. A aeromoca avisa que so poderiamos usar o banheiro da nossa classe, entre outros avisos. "Estranho", pensei, "sera que as pessoas tentam mesmo usar o banheiro da executiva? Eh muita cara de pau". Coloquei o headphone no ouvido, pluguei o canal de musica country (adoro!), e pus no volume maximo para nao ouvir os gritos estridentes da menininha 2 fileiras de cadeiras a minha frente...

5 comentários:

gilrang disse...

m.,

you're gonna find out that the best place to miss brazil is somewhere far, far away from it... brazil is a lovely place to spend vacations. that's about all. oops! i forgot! there are family and friends and so, and so... they are great, of course. and a good reason to come back. but not very often... and not for long...

after living abroad for a while , specially in a more than average civilized country, one starts to recognize signs from homeland right in the airport lounge, just before the check in counter. brazucas shout instead of speaking (i'm surprised you've not seen brazucas around in nyc before), 'cause shouting might call the others' attention and they would be able to soundly notice that they ARE (look the capital letters!) in nyc. they ARE (again) special people because they ARE (aaaga-aiin) in nóvi-iórqui, or nhíu-uórque, as they use to say (shout). the other poor brazucas were left in brazil. A brazuca in nyc, no matter what they'RE doing there, IS (tan-tan!!!) always superior than their unfortunate partners who stayed back home.

once in the plane, they act as they ARE the show, and not part of it. It's just a matter of BEING a real brazuca, if you haven't yet attentively observed. airline stewardesses are there just to serve them. have you imagined going to another country and the stewardess having to warn passengers they cannot use the water-closet of the the executive class? that's what makes a brazuca a brazuca: a special of a kind... the rules are always for the others to obbey, not them, 'cause the stupids who wrote the rules didn't think of brazucas when rules were set up.

the guys from the van were (no capitals here) also special, weren't they? have you checked their origins? are you sure they're not brazucas? was it a brazuca that gave you the shuttle's phone number? you see: brazucas don't complain if the shuttle is late, cause they ARE (caaaapitaaaals!) always later than the van... so, the driver might have got used to your old countrymen...

and what about the arrival? i know exactly what happened, but i would very much like to hear (read) from your own words... how long are you going to stay? poor girl... but you'll be relieved when you leave...

ps: my english-to-minerês archaico translator needs to be fixed. i believe a ocê (or was it a uai?) got stuck in the the printing exit and i'm calling service. i hope it will be working next time around... enjoy your folks in bh and have a nice and cozy (non-white) christmas with them.

David disse...

Patricia, leis de coincidência existem.
Estava postando aqui no mesmo momento que recebi seu aviso de postagem em meu blog. Deixei-lhe por último, pois não sabia se já havia chego a Terra Brasilis.
Boas Festas a você e aos seus.
Um grande abraço.

Claudio Tellez disse...

Patricia,

Venho desejar-lhe, e à sua família, um Natal Santo e Feliz! E que possamos, em 2007, continuar com o nosso trabalho na direção de uma sociedade verdadeiramente livre, justa, próspera e virtuosa! Feliz Natal!!!

Abraços,
Claudio

Alkimistas do Brasil disse...

Patricia, apesar de andar meio enrolada, tirei um minutinho para dizer que admiro muito seus posts, você deve ser uma pessoa não só inteligente, mas muito agradável...portanto, na árvore de natal que armei no meu coração, coloquei seu nome junto com os dos meus amigos!
E feliz natal, em sua temporada paulistana!

SSRJ disse...

hahahahahahahahahahaha
qd será q poderemos usar o "teletransporte"do star track?