quarta-feira, 27 de agosto de 2008

I swear

Eu juro que tinha escrito um post super legal agora a noite, mas a porcaria da internet falhou e eu o perdi todo. Dai liguei para o fdp do provedor ja soltando os cachorros. Mais ou menos com a voz de "eu pago essa porcaria aqui e quero a droga da minha conexao de volta", nao dizendo essas palavras obviamente, mas se voces me ouvissem ao telefone teriam medo da minha voz gelada de comando.

O Barba so fez tsc tsc tsc e disse que assim nao chego a lugar nenhum, mas o chines que me atendeu de casa (com a crianca berrando ao fundo) fez a internet voltar em 5 minutos. Acho que ele ficou com medo de mim. Gostaria que ele tivesse feito voltar a internet porque eu sou uma consumidora e tal, pago pelo servico, toda essa questao de direitos e deveres, mundo capitalista, etc.

Mas claro, moro na Inglaterra, aqui nao existe isso de direitos do consumidor, isso aqui eh terceiro mundo disfarcadinho de primeiro. Ate ingles ja me disse isso, ainda pedindo desculpa por comparar o pais dele ao meu. Fala serio! (Obs #1: never ever contrate os servicos da British Telecom, empresinha ex-estatalzinha de M).

Hoje o dia foi cabreiro e eu nao estou no melhor dos humores. Se eu tivesse o meu saco de areia na garagem, como venho sonhando ha tempos, socaria tanta gente ali... Ah como socaria. E a minha raiva transpiraria tao mais facil.

(Item de compra #1: sacos de areia e luvas de boxe, e uma impressora).

6 comentários:

Blogildo disse...

Bem que o JP Coutinho vive dizendo que a "Zoropa" já não é a mesma. Lendo o teu post lembrei imediatamente da matéria da Veja dessa semana sobre a China. É tudo na base de "voz de comando".

Funes, o memorioso disse...

Ora, saco de areia não resolve nada.
Arranje um escravo em quem possa descarregar a sua fúria.
A Patrícia estava de descrever a British Telecom e eu estava a lê-la a descrever a Portugal Telecom.

jg disse...

Patrícia, ler seus textos com sotaque já ajuda mas a graça que você tem juntando saco de areia, luvas de box e impressora, não existe em lado nenhum da net. Rebolo a reis consigo!!

PS: Funes tem razão. Um escravo é boa ideia. Outra, talvez mais barata, é comprar berbequim e furar rótulas de seus adversários!!

PATRICIA M. disse...

JG, voce foi o unico a pegar a sutileza da impressora. Ate o Barba perguntou: impressora para que? Ora, para imprimir a foto dos inimigos e pregar com durex no saco de areia, de forma que possa socar a cara deles.

Other than that, para que ter saco de areia na garagem? Para socar areia? Naaaaaaooooo...

Reginaldo Almeida disse...

Apesar de se chamar "saco de areia", tenho a firme impressão que o seu conteúdo é serragem. Areia seria muito duro. Digo por experiência própria, pois no meu edifício há um na academia e depois de descarregar a minha ira com boas luvas de boxe da Adidas, mal consigo assinar meu nome, imagine se fosse de areia.

João Batista disse...

Reginaldo, saco de areia é para mulherzinha. Homem, quando quer descarregar a raiva, vai ao açougue mais próximo socar um porco ou uma vaca pendurada, sem luvas, como o Rocky Balboa. Aí não precisa nem de impressora, se o alvo for homem, está bem representado pelo porco, se for mulher... bem, aí é golpe baixo.