quinta-feira, 17 de julho de 2008

Disney: Forçação de Barra

Claro, só podia ser PC e só podia ser nos Estados Unidos.

Minha sugestão para agradar aos PCs: ponham uma princesa negra dona de escrava branca, que tal? Se isso for deixar os PCs mais felizes, e como é uma peça de ficção, é perfeitamente possível. Até o mocinho vai ser árabe, que graça...

Pergunta cretina: será que ainda podemos chamar a Branca-de-Neve por esse nome? Não acho nada PC isso... E os anões então, que nome ofensivo! Proibido para criancinhas! Anão não é anão, é uma pessoa com altura diferente da nossa. E o pobre do Zangado, ficou marcado para sempre, ele não era zangado porque queria, mas sim porque era depressivo. Ainda não existia prozac naquela época.

Aliás, devíamos jogar todos os contos de fadas na fogueira do PC, devíamos fazer uma total caça às bruxas, ops, isso definitivamente não é PC, muita gente sofreu em Salém com o fundamentalismo mal direcionado. De qualquer forma, alguém se lembra da Moura Torta? Mouros, mouros... E os ciganos que roubavam crianças e as punham no saco para tocar viola, será que é por isso que Roma está fazendo a triagem dos ciganos romenos? Hmmmm...

Acho que a Sociedade das Raposas deveria entrar com uma petição para alguém rever as Fábulas de Esopo. Elas são sempre tratadas como espertalhonas, coitadinhas, isso é uma tipificação injusta. E o Lobo Mau (já podemos reclamar do sobrenome, começa por aí) na verdade mesmo só comeu a vovozinha porque ele era do MST, não tinha terra para plantar e estava com fome, e a vovó era uma sacana de uma grande latifundiária nadando em dinheiro.

Bom, para finalizar, na verdadeira estória da Chapeuzinho Vermelho (ou Capuchinho para o portuga Funes) o lobo come a vovó e a menina. Não aparece lenhador nenhum para salvá-la, e a vovó não ressuscita. Eu tenho o livro com a estória no original. Naquela época, era muito importante que os pais controlassem as crianças por meio de estórias de medo, de forma que elas não se afastassem de casa e acabassem se perdendo na floresta e morrendo. Eu gosto mais da estória original. Muito mais real. Muito menos PC.

* Fui descobrir agora na internet o verdadeiro nome, origem e estória da Moura Torta. Pensava que era um conto popular ibérico, mas é italiano.

2 comentários:

Blogildo disse...

Eu não levo os PCs à sério! Veja só, um negro está concorrendo a Casa Branca!!! É mole!??

bebeto_maya disse...

Blogildo, deveria levar, os PCs estão de quatro no governo do Lula. São eles, formados nas "melhores" faculdades de ciências humanas, que determinam toda as políticas públicas que definirão o que você deve ou não dizer.