sábado, 10 de maio de 2008

Lógica

Nordestino no Sul Maravilha é igual brasileiro no Primeiro Mundo: ninguém quer voltar para a terra de origem, mas nem que a vaca tussa.

7 comentários:

Lelec disse...

Oiê, Patrícia,

Eu estou no Primeiro Mundo há dois anos e meio.

Ficarei mais dois anos e meio.

Depois voltarei para o Brasil, feliz da vida. Eu quero voltar.

E conheço um montão de gente com trajetória semelhante.

Assim como conheço um punhado de pessoas que foram estudar no sul maravilha e depois voltaram contentes para o nordeste.

Kiss,

Lelec

PATRICIA M. disse...

Lelec, tenho a impressao de que sao minoria. Disse impressao, veja bem.

Conheco muitas pessoas que voltaram tambem e se arrependeram amargamente.

Mas cada um sabe o que faz na vida, nao eh mesmo?

Lelec disse...

Oi Patrícia, é isso aí, cada um "sabe o que faz."

Aqui em Paris não há muitos brasileiros que estão em caráter definitivo. A grande maioria fica temporariamente, retornando ao Brasil depois de um tempo. Não sei como é aí na Inglaterra.

Só para citar um exemplo cibernético, nosso blogonauta em comum Fernando Sampaio ficou seis anos na Europa (Holanda) e agora voltou. Porque quis.

Que cada um de nós seja feliz com a decisão que tomar.

Kiss,

Lelec

PATRICIA M. disse...

Aqui em Londres há muitos brazucas. É mais fácil imigrar para países anglo-saxões do que para o restante, penso. Talvez só Portugal bata Londres em números, e aí claramente devido à língua.

Já estou há 3 anos fora do Brasil, e há quase 13 anos fora de Minas. Eu não consigo olhar para trás, eu só olho para a frente, e exatamente à minha frente eu vejo um mundo tão grande a ser desbravado que não faria sentido nenhum em voltar para locais que já conheço.

Yes, eu sou uma aventureira. Yes, eu sou uma cigana. Nada me prende a lugar nenhum. A qualquer momento levanto acampamento e paro em outro lugar, feliz da vida de conhecer costumes novos, comidas novas, gente nova. Minha meta é ver o mundo de perto, e morar nos 3 grandes continentes pelo menos 1 vez.

Frodo Balseiro disse...

Caros Lelec e Patrícia
Olha só...como o assunto rendeu, sugiro um "seminário" em Itacaré-BA, onde "face to face" discutiremos esse assunto "Nordeste", a bordo de dry martinis intermináveis (Greek olives), cercados de patolas de caranguejo descomunais, na beirada do mar azul-turqueza da região.
Acredito que teremos mais coincidências do que discordâncias, então!
Mr.X, Mrs. Lelec e Miss Balsero, poderiam estar presentes, se inevitável!
O que acham?
Abs praianos
frodo

PATRICIA M. disse...

Frodo, tem certeza de que nao prefere ir para Aruba? Sai mais barato e costumam ser mais civilizados, HAHAHA.

Lelec disse...

Bom, eu topo o encontro em Itacaré! Fui lá uma vez e adorei! Lelequinha iria adorar também!

Kiss,

Lelec