segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Hmmm

Nao me convenceu. Que "peninha" que eu sinto do tipo. Faxineiro drogado, ne? Foi se recuperar no pais que fabrica a droga, ne? Sei, sei.

Eu ainda nao entendo como o tipo conseguiu ganhar a cidadania como refugiado. Refugiado do que? Esses africanos, quando nao chegam aqui em botes, vem todos com o status de refugiado. E la vamos nos pagar para que os tipos passem a vida numa boa, literalmente cocando o saco e vivendo de esmola do governo.

Vamos ver ate quando o tipo se segura e nao explode uma estacao de metro por aqui.

Nota: lembrando que a religiao dominante na Etiopia eh a crista, e o tipo tem nome de muculmano...

Nota 2: O Maomé aí estava usando um passaporte falso quando foi pego, tentando entrar na Inglaterra. A pergunta que nao quer calar: pessoas de bem usam passaportes falsos? Eu nao uso, voce nao usa, por que o Maomé usa? Maomé, Maomé, boa coisa voce nao é.

6 comentários:

Vinicius disse...

Lady, a estória do passaporte falso é mais elaborada.

Binyam went to the Karachi Airport on April 10, 2002, with a ticket to Zurich and on to London. He was using a British passport that he has been given by Fouad Zouawi, who was a friend. He simply wanted to go back to England. Binyam was arrested by the FIA immigration unit. They said his passport was invalid. he did not want to tell on Fouad (who was presumably going to get another passport from the British consulate), so he said he was a Nigerian citizen (John Samuel) and was held for three days.

patricia m. disse...

Elaborada ate demais, ne, igual aquela da brasileira gravida de gemeos espancada por skin heads em Zurich... Esse cara nao me convence nem um pouco.

Vinicius disse...

Lady, pense no lado bom dessa situação - Se os British são idiotas a ponto de abrigar esse sujeito, voce vai ficar milionária em pouco tempo com tantos trouxas.

Funes, o memorioso disse...

Ora Patrícia, deixe o moço em paz. Os USA, um país de maioria cristã, também têm na presidência um tipo com nome muçulmano.

Blogildo disse...

É óbvio que o sujeito é no mínimo um filo-terrorista. Mas o povo quer se engana e exercitar seu ódio anti-americano. Fazer o quê?

João Batista disse...

Num dia você é um inocente, ou melhor, um coitadinho oprimido pela maldade do mundo: http://www.msnbc.msn.com/id/6646245/

No outro, dois meses depois, você é preso por decapitar sua mulher: http://www.msnbc.msn.com/id/29189095/

Em contraste ao filo-terrorista aí, o governo britânico chutou Geert Wilders na bunda de volta para a Holanda.