segunda-feira, 13 de agosto de 2007

Pressa

Sexta-feira, 5 horas da tarde. Parada na frente da estacao do World Trade Center, observava as pessoas se dirigindo em direcao ao metro, com pressa, muita pressa. Invariavelmente desciam as escadarias correndo, homens e mulheres. Com certeza a maioria estava indo para casa.

Segunda-feira, 8 horas da manha. Subindo as escadas rolantes do World Trade Center, observo as pessoas se dirigindo em direcao a rua, com pressa, muita pressa. Invariavelmente sobem as escadarias correndo, homens e mulheres. Com certeza a maioria esta indo ao trabalho.

E assim caminha a humanidade, invariavelmente com pressa, muita pressa. Pressa de chegar ao destino final, ja que esse vai-e-vem diario nao representa nada na grande ordem das coisas. Nascemos e temos pressa de chegar ao fim, o descanso eterno. Como ja dizia Hamlet, no meu trecho favorito:

"Morrer, dormir
Nada mais; e por via do sono pôr ponto final
Aos males do coração e aos mil acidentes naturais
De que a carne é herdeira, num desenlace
Devotadamente desejado. Morrer! Dormir; dormir
Dormir, sonhar talvez: mas aqui está o ponto de interrogação;
Porque no sono da morte, que sonhos podem assaltar-nos
Uma vez fora da confusão da vida?"

Qual o sentido da "confusao da vida" que nos proprios criamos? Justamente nos fazer esquecer de que o melhor jogador de xadrez esta sempre a espreita, pronto para nos dar o xeque-mate. Por isso a pressa, e dela a ilusao temporaria de que somos eternos.

5 comentários:

Funes, o memorioso disse...

Cuidado, Patrícia.
Se começa a questionar a pressa, vai descobrir que time is not money. A pressa é que é money. O tempo é sabedoria. E a sabedoria é inimiga da pressa.

Blogildo disse...

22 Pois, o que é que o homem vem a ter de todo o seu trabalho árduo e do esforço de seu coração com que trabalha arduamente debaixo do sol? 23 Porque todos os seus dias sua ocupação significa dores e vexame, também durante a noite seu coração simplesmente não se deita. Também isto é mera vaidade.

Eclesiastes 2:22, 23

Anônimo disse...

Na minha opinião, a melhor definição do que é a vida, continua sendo a dos Gregos - algo como: A vida é um processo cujo fim é a própria causa.

Fábio Mayer disse...

Uma música antiga do Arnaud Rodrigues, "Índio do Uruguai", diz em algum trecho que "a vida é de quem corre menos em busca de mais", como que afirmando que vive mal quem tem pressa e que o sucesso não depende do quanto se corre atrás dele.

E pensando bem, eu mesmo, há pouco tempo atrás vivia correndo para tudo e deixando os problemas de saúde acumularem, sem ter nenhum progresso material... as coisas só melhoraram quando resolvi correr menos...

Aleblog disse...

Oi, encontrei seu blog no google e achei muito maneiro.