quinta-feira, 23 de agosto de 2007

Mercado Americano 101

Para entender um pouco da "crise" do mercado americano, sugiro a leitura desses 2 artigos da Economist. Estao muito bem detalhados e didaticamente explicados.

Eu tambem sou contra o corte na taxa de juros aqui. Nada de agradar a quem apostou sem pesar os riscos no subprime market. Basta injetar um pouco de liquidez no sistema, como o Fed e outros bancos centrais vem fazendo, e o mercado resolve a crise sozinho.

O primeiro artigo

O segundo artigo

6 comentários:

Funes, o memorioso disse...

Mas haverá alguém no mundo que queira visitar as desisteressantes cidadezinhas objecto desse inquérito aí ao lado?
Por mim, a única coisa que quero visitar por estes dias é a minha tia muito velha e muito rica que está a morrer sem herdeiros lá na aldeia.

PATRICIA M. disse...

Funes, esperto voce, hehe. Mas voce esta na Europa, ja visitou boa parte da selecao ai, entao nao vale.

Blogildo disse...

Imprimi para ler depois. Hj o dia tá sinistro!

Frodo Balseiro disse...

Patricia
Não dá para você fazer um rezuminho e mandar para nós? hehehe
É que esse assunto é de lascar! E hoje ainda por cima é sexta-feira...
Sem ler, digo o seguinte: o FED não pode deixar o mercado quebrar, mas também não pode premiar os "Ixperrrtos".
Só de sacanagem eu "desinjetava" metade dos bilhões de dolares colocados no mercado no auje da crise!
Seria uma medida civilizatória, e um aviso: "se brincarem de novo vão se ferrar"!
Abs
Frodo

Paulo Secco disse...

"Basta injetar um pouco de liquidez no sistema, como o Fed e outros bancos centrais vem fazendo, e o mercado resolve a crise sozinho."

Epa!!Isso é totalmente contraditório. Se o mercado resolvesse a crise sozinho não precisaria da injeção de liquidez do FED.

Na verdade, o mercado não resolve tudo. Quando se trata de salvar a sua economia os americanos não se importam de não serem coerentes.

Pela lógica do "mercado resolve" o correto seria deixar os incompetentes irem pro buraco. E seria bem feito. Quem disponibilizou créditos para os "ninjas" que se dane.Quem não visualizou a mais previsível crise da economia Americana mereceria quebrar. Entretanto uma coisa coisa é pregar a não intervenção do estado na economia dos países emergentes, outra é deixar a sua economia entrar em recessão.

Agiu corretamente o FED, interferiu na economia do modo que todo estado deve interferir para acalmar turbulências e evitar o pior. Mas que não fiquem repetindo para os outros esse velho, gasto e ineficiente mãntra de que o mercado resolve tudo. Esse é um caso exemplar de que não resolve.

PATRICIA M. disse...

Paulo Secco, na pagina do FED encontramos os seus goals:

"Monetary policy has two basic goals: to promote "maximum" sustainable output and employment and to promote "stable" prices. These goals are prescribed in a 1977 amendment to the Federal Reserve Act."

Uma coisa eh um Banco Central como o FED agindo sobre a crise do *mercado*; coisa bem diferente que costumamos criticar EM QUALQUER PAIS (seja ele desenvolvido ou subdesenvolvido) eh o *Estado* intervindo na Economia, de forma consistente. Por exemplo atraves da criacao de tarifas de importacao, coisa bem comum na economia americana. Portanto, eu concordo com voce, mas nao atraves do exemplo que voce deu. Se o FED nao pode fazer nada, para que ter um Banco Central, nao eh mesmo? De acordo com sua teoria, deveriamos abolir todos os Bancos Centrais.