quinta-feira, 23 de agosto de 2007

Consumista?

Estava lendo esse pequeno artigo no Yahoo, veja o trecho que interessa:

"Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos mostrou que 40% dos americanos acham mais divertido poupar dinheiro, contra 22% que disseram ficar mais felizes, gastando. Já os 38% restantes ficaram no meio-termo e afirmaram que ficam felizes quando gastam um pouco e guardam outro pouco."

Finalmente achei gente igual a mim. Eu sou tao feliz poupando! Nao ha coisa mais interessante e divertida do que ver o dinheiro criando filhotinhos no banco, ou na Bolsa, ou em qualquer outro investimento interessante.

Claro que eu gasto tambem, compro coisas para mim, uns presentinhos de vez em quando. Mas definitivamente nao sou consumista. Com rarissimas excecoes (oculos, relogios e algumas joias), se a compra nao tiver uma relacao custo/beneficio interessante, ja era.

Mais uma frase que ja tive de ouvir varias vezes na vida vinda do meu pai: "Patricia, a economia tem que girar. Se isso dependesse de voce..."

E da minha mae: "Caixao nao tem gaveta".

Digo que venho aprendendo a gastar, mas moderadamente, claro. Prefiro investir ainda do que gastar.

10 comentários:

Cláudio disse...

Ah, eu certamente estaria entre os 38% que estão mais para o meio-termo. Gosto de comprar meus brinquedinhos eletrônicos mas também vou fazendo meu pé de meia.

Engraçado como esses números batem com o que eu já havia comprovado empiricamente, depois de tantas viagens para os EUA. Consumistas são os brasileiros!

Mas isso tem uma explicação e o economista Eduardo Giannetti aborda este tema no seu livro "O Valor do amanhã". Ainda está na minha fila...

Frodo Balseiro disse...

Patrícia, certamente sua mudança para Londres vai vazer a balança pender para o lado da poupança!
Não conheço povo mais munheca do que o inglês.
Se antes voc~e vivia na Meca do "consumo capitalista", agora vc está de mudança para a Meca da acumulação capitalista!
hehehe

Costajr disse...

Como minha reta orçamentário sempre apresentou um ângulo reto, para mim, sempre foi mais fácil poupar que gastar.

No capítulo, lembranças de casa, mamãe sempre dizia: menino, gasta teu dinhero comprando alguma roupa, só que saber de livros... Quando olho para o país hoje, penso que eu deveria ter ouvido minha mãe.

Blogildo disse...

Eu compro muito livro. É um vício! É a minha cachacinha! Tenho livros para os próximo 80 anos! E não consigo deixar de freqüentar livrarias e fuçar sites de livrarias virtuais.

Consigo poupar. Menos do que gostaria, claro.

PATRICIA M. disse...

Blogildo, so compro um lote de livros novos se acabei de ler o lote anterior. Nao fico com livro nao lido nas estantes, hehehehehehe.

Funes, o memorioso disse...

Dizia Jorge Luís Borges: todo o possuidor de uma biblioteca se sente culpado do pecado de a não ter lido até ao fim.
Eu também sou um pecador como o Blogildo.

Quanto à poupança, o que me parece é que o dinheiro é magnético e a parte das pessoas é do mesmo pólo do dinheiro. Repelem-se.

PATRICIA M. disse...

Funes, Blogildo: livro nao eh artigo de consumo.

De qualquer forma, ficaria extremamente angustiada de ter uma biblioteca gigante mas nunca ter lido todos os livros. La em casa era assim. Por isso, quando comecei a minha propria, resolvi que nao compraria mais livros se nao tivesse lido os que ja havia comprado. Hehehehe.

william disse...

Odeio gastar dinheiro. Não compro roupas ou sapatos há muito, muito tempo. O PC está velho. Meu celular é o primeiro que tenho, só o comprei pq era indispensável, custou 129 reais e já tem dois anos e meio de uso. No entanto, compro muito mais livros do que posso ler... Ainda não tenho a biblioteca do Blogildo, mas para os próximos dez anos estou compromissado.

Fábio Mayer disse...

Acho que o meio termo é importante. Também não sou um gastador compulsivo, mas compro o que tenho vontade e, afinal, é preciso ter prazeres com o dinheiro que se ganha, porque ele, ganho apenas para guardar, não é muito saudável...

Fábio Mayer disse...

Também me incluo nesse rol de pecadores... compro mais livros do que consigo ler!