segunda-feira, 2 de julho de 2007

Vaidade das Vaidades

CHAPTER VII - Of fleeing from vain hope and pride

Vain is the life of that man who putteth his trust in men or inany created Thing. Be not ashamed to be the servant of others for the love of Jesus Christ, and to be reckoned poor in this life. Rest not upon thyself, but build thy hope in God. Do what lieth in thy power, and God will help thy good intent. Trust not in thy learning, nor in the cleverness of any that lives, but rather trust in the favour of God, who resisteth the proud and giveth grace to the humble.

2. Boast not thyself in thy riches if thou hast them, nor in thy friends if they be powerful, but in God, who giveth all things, and in addition to all things desireth to give even Himself. Be not lifted up because of thy strength or beauty of body, for with only a slight sickness it will fail and wither away. Be not vain of thy skilfulness or ability, lest thou displease God, from whom cometh every good gift which we have.

3. Count not thyself better than others, lest perchance thou appear worse in the sight of God, who knoweth what is in man. Be not proud of thy good works, for God's judgments are of another sort than the judgments of man, and what pleaseth man is ofttimes displeasing to Him. If thou hast any good, believe that others have more, and so thou mayest preserve thy humility. It is no harm to thee if thou place thyself below all others; but it is great harm if thou place thyself above even one. Peace is ever with the humble man, but in the heart of the proud there is envy and continual wrath.

(tirado de Imitation of Christ, do site do Projeto Gutenberg)

6 comentários:

Blogildo disse...

There're no humble and gentle men in these days. Humankind is lost without God.

Suzy disse...

Patrícia, concordo com o Blogildo.
A humanidade sem Deus, está mesmo perdida.
Inveja é para os pobres de espírito. E vaidade, chega a ser piada. O tempo que o diga.

Costajr disse...

Sei que sou um magiar, que tem séria limitações com a língua de Shakespeare, mas deve ser uma resposta bem educada aos detratores grosseiros.

João Batista disse...

Cara Patrícia,

Em 20/06/2007 você postou o seguinte comentário no meu “blog”:

“Pelo visto voce entrou em todos os blogs do nosso pequeno circulo, hehehehehe. Por que nao comeca o seu? Voce tem uma cabeca legal...”

Mas só descobri isso hoje! Peço perdão por tamanha falta de respeito e asseguro-lhe que não a ignorei conscientemente até hoje! A opção de receber um e-mail do blogger quando alguém comentasse estava desativada, porque jamais imaginei que alguém comentaria num “blog” praticamente inútil, mas agora entendo perfeitamente o por quê. Pedi mil desculpas ao Blogildo, mas machão como ele é acho que basta. A você peço um milhão de desculpas! Grosseria imperdoável, péssima primeira impressão, não é assim que trato meus visitantes. Doaria 100ml do meu sangue A- para cada dia de indiferença a seu comentário, mas não gosto muito de agulhas, então se não for petulância demais limito-me ao pedido de perdão. Qualquer coisa, digo que o pessoal da coleta de sangue atrasou duas horas.

Neste momento, estou realmente me sentindo “below all other men”, mas pelo “harm” que cometi...

PATRICIA M. disse...

Costa, achei a traducao para voce. Nao eh uma resposta a ninguem, eh a traducao do meu estado de espirito atual.

CAPÍTULO 7 - Como se deve fugir à vã esperança e presunção

Insensato é quem põe sua esperança nos homens ou nas criaturas. Nào te envergonhes de servir a outrem por Jesus Cristo, e ser tido como pobre neste mundo. Não confies em ti mesmo, mas põe em Deus tua esperança. Faze de tua parte o que puderes, e Deus ajudará tua boa vontade. Não confies em tua ciência, nem na sagacidade de qualquer vivente, mas antes na graça de Deus, que ajuda os humildes e abate os presunçosos.

2. Se tens riquezas, não te glories delas, nem dos amigos, por serem poderosos, senão em Deus, que dá tudo, além de tudo, deseja dar-se a si mesmo. Não te desvaneças com a airosidade ou formosura de teu corpo, que com pequena enfermidade se quebranta e desfigura. Não te orgulhes de tua habilidade ou de teu talento, para que não desagrades a Deus, de quem é todo bem natural que tiveres.

3. Não te reputes melhor que os outros para não seres considerado pior por Deus, que conhece tudo que há no homem. Não te ensoberbeças pelas boas obras, porque os juízos dos homens são muito diferentes dos de Deus, a quem não raro desagrada o que aos homens apraz. Se em ti houver algum bem, pensa que ainda melhores são os outros, para assim te conservares na humildade. Nenhum mal te fará se te julgares inferior a todos; muito, porém, se a qualquer pessoa te preferires. De contínua paz goza o humilde; no coração do soberbo, porém, reinam inveja e iras sem conta.

Costajr disse...

Não sei se o comentário anterior foi mandado. Se não foi, faço outro.

Obrigado pela tradução, ajudou um bárbaro a ficar menos ignorante. Esse texto pode não ter sido uma espécie de resposta aos mal educados, mas bem que poderia sê-lo.

O texto é muito bom e muito sério.

Confiar em Deus é a certeza de que não seremos decepcionados!