quinta-feira, 31 de maio de 2007

De Volta!

Nossa, depois de anos longe da internet, estou de volta. Sim, quis dizer anos mesmo, pois o tempo passa mais rapidamente no ciberespaco do que na vida dita real.

Bom, resumidamente aqui vao os ultimos acontecimentos: depois dos dois eventos de formatura, minha mae ficou aqui ate o dia 23 de maio, quarta-feira. Estava sem assunto para escrever na noite de quarta e na quinta, o que voces queriam? Poderia escrever sobre onde achar os melhores descontos em NY, como comprar uma calca jeans da Diesel por apenas $79.99 e coisas do genero, mas achei que nao seria tao interessante assim. Esse lado feminino consumista nao eh a parte principal da minha personalidade, believe me.

Foi um pouco melancolico deixar o meu bairro e o meu velho apartamento. Eu me ligo sentimentalmente a lugares, essa eh a questao. Despedi-me de todos os barzinhos que frequentava na regiao, de todos os pratos preferidos nos restaurantes, dos produtos costumeiramente comprados no supermercado latino, do campus de Columbia... Fiz varios happy hours com os meus amigos tambem, mas esses eu sei que encontrarei mais frequentemente. A maioria esta ficando em NY, poucos foram embora para outros estados e outros paises. Ja voltar ao Upper West Side assim sem mais nem menos, vai ser dificil. Voltar entao ao 150 Claremont Avenue, sera impossivel.

A mudanca foi no ultimo sabado, dia 26 de maio. Fiquei 24 horas seguidas trabalhando, encaixotando as coisas. Nao dormi, fui direto das 10 da manha de sexta as 10 da manha de sabado. Depois conto mais sobre o apartamento novo.

Na terca-feira, voltei ao ape para entregar as chaves. Tinha tambem que fazer uma faxina geral (nao poderia entrega-lo sujo, sob pena de nao receber o deposito feito inicialmente). Engracado, encontrar o velho ape assim, sem nada novamente, todo vazio. Como o primeiro dia em que cheguei la. Descobri que ele cheira a igreja antiga, ou a museu de arte sacra. Eh serio! Tem aquele cheiro de antigo, de velho, talvez nao tivesse percebido antes porque as minhas coisas tinham outro odor que disfarcava o original. E logo no inicio ele cheirava a tinta fresca. Mas quando voltei a verdadeira identidade do ape estava a mostra, para quem quisesse cheirar. O predio eh de 1921, acho que ja disse isso aqui, eh um pre-war building. Quantas inumeras familias moraram naquele ape? Quantas pessoas la morreram? Cheio de fantasmas, aquele ape. E mais uma alma penada ficou la morando, a alma penada da minha lembranca...

10 comentários:

Blogildo disse...

Em primeiro lugar: WELCOME BACK!!!
Puxa vida, vc não faz idéia da falta que vc faz na web!

Eu tenho medo de três coisas: lagartixas, casa velha e móvel velho. Por que a mobília velha tem sempre que ranger? Que saco!

Sobre o Gênesis.
Eu também já tentei pensar assim, Patrícia. Já tentei até ser ateu. Mas depois que admiti que Deus existe mesmo, passei a ler mais a Bíblia. Daí vem aquele raciocínio do "passa um boi, passa uma boiada"! Se eu aceito a idéia de Deus, por que não aceitar que existem outras criaturas no domínio dele?

Eu não acredito no criacionismo. Não da forma como os criacionistas colocam: Leitura literal do Gênesis, tudo criado em uma semana de 6 dias de 24hs etc.

Eu acho, melhor, estou certo, que o Gênesis traz verdades profundas colocadas de modo elementar. Um exemplo: Observe a ordem em que o seres vivos aparecem no Gênesis e compare com qualquer livro de ciência.
Ou melhor, faça de conta que há um observador na terra narrando o desenvolvimento da atmosfera, o surgimento da vegetação, da vida marinha etc. Compare a ordem com os eventos registrados em Gênesis cap.1. Você vai se impressionar!

Putz! Ainda não li o Silmarillion!

PATRICIA M. disse...

Blogildo, o Silmarillion eh essencial, so assim voce compreende totalmente a mitologia Tolkiana. Um dos melhores livros na minha opiniao!

Pobres lagartixas, elas nao fazem mal a ninguem! Hahahahaha. Quanto a casas e moveis velhos, madeira range sempre, haahhaha, eh legal pacas, da um meeeeedo!

A Furiosa disse...

Vc realmente estava fazendo falta. Não entendi bem para onde vc vai agora.

Tenho uma casa de mais de 100 anos em Petrópolis. Poucos amigos têm coragem de dormir lá. A casa é cheia de barulhos e sombras bizarras. Sou uma cética militante, os fantasmas e OVNIS jamais aparecem para mim, mas não gosto de dormir lá sozinha, Os barulhos me deixam nervosa...

Oriane

PATRICIA M. disse...

Furiosa, no momento moro em Jersey City/NJ, no que eles chamam de Waterfront region, ou seja, em frente ao Hudson River e em frente a Manhattan. :-)

Anônimo disse...

Teria a reclusão desabrochado um lado mais emotivo da inquebrantável Patrícia?

Entendo que nãos seja fácil deixar para trás lugares assim... É como se uma nova partida, ruptura com o passado se estabelecesse.

Mas... Alvíssaras pela sua volta!

PS: Estêvão está ótimo! Já pesa quase 5 kg e desde novo, tudo indica que será um notívago! Coitada da mãe e do pai.

um abraço.

william disse...

Agora entendo por que você disse certa vez que havia fantasmas debaixo da cama.


Blogildo, medo de lagartixa é coisa de... comunista! (Comunista é o pior xingamento que pode haver!) Cria coragem, rapaz! hahahaha


(Patrícia, eu já fiz coisas bem mais perigosas que enfrentar ladrãozinho de merda, tenho medo não!)

Blogildo disse...

Comunista? Pô, William, pegou pesado! Rsrsrs!

Blogildo disse...

Viu lá? O Reinaldo tá falando do "Escola sem Partido"...

Não precisa publicar esse comentário. É só um alô!

Bom fim-de-semana!

Frodo Balseiro disse...

Patricia
Be welcome!
Ve se não desaparece de novo!
Afinal, qual das dezenas de empregos que você tem em vista vai aceitar?
Ou vai fazer doutorado em Harvard?
Sua vida é uma história em aberto.
What about the rest of your life?
Abs
Frodo

Gabi disse...

Legal que vocês já estão de lugar novo.
Falei com o Weslley hoje quue vou tentar achar vcs no skype na quinta.