quarta-feira, 11 de junho de 2008

The British Apprentice

Meu, não aguentei e tive de ver a semi-final e final do Aprendiz aqui. É divertidíssimo, totalmente diferente da porcaria que passa no Brasil ou nos Estados Unidos.

Se tiverem chance, acredito que consigam achar episódios no YouTube. Leiam o seguinte diálogo entre Sir Allan - o host do show, e um dos cadidatos, chamado Michael:

- Didn't you put in your resumé that you were Jewish?
- I am half Jewish, sir Allan.
- Are you in doubt? If so, it's simple to solve that. We take down your pants, have a look and solve the problem!

I-na-cre-di-tá-vel a total falta do maldito politicamente correto aqui nas terras da rainha. Hilário, não? É isso que me faz gostar um pouco mais daqui: eles não estão nem aí. Isso foi exibido no chamado "horário nobre" da BBC. E reprisado umas 500 vezes.

Ah, a questão toda é que um dos times não sabia o que significava comida "kosher" e aprontou a maior confusão. Antes dessa peça com o Michael, ele perguntou à menina se ela, que se achava tão internacional, não achava um absurdo não saber o que era kosher.

Juro, 1 x 0 para os ingleses... God save the Queen!

7 comentários:

Cláudio disse...

É que eles direcionaram a correção política para os muslins. Bater em judeu é quase que obrigação nos dias de hoje. :-)

PATRICIA M. disse...

Cláudio, tudo bem que ainda há uma certa consideração maior pelos murça, mas aqui é bem diferente dos EUA... Eu nao diria que há correçao politica em relacao aos murça, há digamos assim talvez uma maior consideração.

Mas eu definiria o britanico do seguinte jeito: perde o amigo mas nao perde a piada. E eles metem o pau em muita gente, a começar pelos "adoráveis" franceses do outro lado da Mancha...

Já americano "creep out" só de pensar em falar mal de alguém. Pensar eles pensam, mas falar de jeito nenhum. Só via desenho animado, já reparou?

PATRICIA M. disse...

E claro que nem tem murça participando dos programas, né, são tudo um bando de pé rapado aqui, em sua grande maioria... Os bairros judeus são chiques e bonitos, os bairros de murça são o favelão do Osama, como no Casseta & Planeta. Eca.

Daniel F. Silva disse...

Ah, os ingleses são os caras em matéria de humor. Mandam, com toda a razão, o politicamente correto pro espaço.

Cláudio disse...

Meter o pau em francês é dever de todo ser humano. :-)

Blogildo disse...

Cara, isso é incrível! You are amazing me! Heheheh! A última vez que vi coisa parecida foi em "A história do mundo" do Mel Brooks: Um negão que está prestes a ser detido pela guarda pretoriana se diz judeu. O guarda cético "checa" e desmascara o sujeito na hora.

Vou procurar esse "British Apprendice" no You Tube.

Frodo Balseiro disse...

Melhor ver o "Aprendiz" inglês do ver os programas da TV Cultura aqui em Sumpaulo.
Agora só tem, ou cultura de periferia, hip hop, graffiti, essas merdas, ou programas de "intelectuais branquelos" discutindo o sexo dos anjos, fazendo masturbação antropológica para a plateia de discípulos em êxtase cultural.