sábado, 12 de janeiro de 2008

Latinos e Latinos

Os meus amigos portugueses que frequentam o blog que me perdoem, mas latino é mesmo uma racinha porca. Subdesenvolvidos, problemáticos, com tendências socialistas e populistas, chego quase a dizer que formam a escória da Terra se não fosse por umas certas outras nações do continente mais velho do mundo (Mamma África) que são ainda mais selvagens e primitivas.

Voltando ao ponto, considero latinas as seguintes populações: italianos, portugueses, espanhóis, e toda a Latrina América, claro. A França eu ainda deixo de fora pois a França é a segunda economia da Europa. Eles não merecem ser tachados de latinos, apesar de falarem uma língua latina. Sei lá, são gauleses ainda, quem sabe. Mas os três países europeus são tão ruins se não piores que suas colônias latrino-americanas. Foram levados por caridade para dentro da União Européia, mas continuam a frequentar o fundo da lista. Chegam a perder na economia para países do Leste, paupérrimos, como é o caso de Portugal.

Mas quero focar na Itália. Desde que a civilização romana morreu, que foi Roma? Que foi a Itália? Lorenzo de Médici e uns artistas geniais no Renascimento, e chega. Quanta glória. Agora eles estão famosinhos: estão enterrados até o pescoço no lixo. LIXO. Não é engraçado? E eu estou planejando uma viagem para Roma em breve. Vou tirar foto do lixo italiano, que nojo. Que subdesenvolvimento, heim!!! Tsk tsk tsk. Eu não via lixo acumulado nas ruas de São Paulo, hahahaha. Porcalhões.

Obs. 1: o Prodi é o socialistinha de merda que governa a Itália. Bem feito para os italianos ao votar em socialistinhas de merda. São todos iguais.

Obs. 2: com esse post, corro o risco de incorrer na ira de muitos amigos descendentes de italianos e que acham a Itália o melhor país do mundo, o italiano a língua mais bonita, e a comida das melhores, senão a melhor do mundo. Respondo no próximo post minha birra com italianos. Um detalhe: Mr. X é um desses descendentes de italianos que emigraram para São Paulo no início do século XX.

Da Reuters - "Seis manifestantes foram presos na Sardenha no sábado após uma segunda noite de confronto com a polícia italiana por causa de toneladas de lixo levadas à ilha do Mediterrâneo desde Nápoles, que enfrenta uma crise na destinação de seus dejetos.

Cerca de mil pessoas que protestavam em Cagliari, capital da Sardenha, queimaram caçambas de lixo, atiraram pedras na polícia e empilharam sacos de lixo perto da vila onde mora o governador-geral Renato Soru, a quem eles criticam por ter concordado em receber uma parte dos dejetos napolitanos. A Sardenha, uma popular região de veraneio, foi a primeira a atender ao chamado do primeiro-ministro Romano Prodi para que autoridades locais ajudem a aliviar a crise em Nápoles, onde 140 mil toneladas de lixo acumularam-se nas ruas após todos os depósitos terem se enchido.

Em uma viagem a Malta, Prodi condenou a violência, dizendo ter uma impressão "muito ruim" dos manifestantes. "O governo não pode tolerar que esse problema fique sem solução", disse ele a jornalistas, afirmando que todos tinham um dever de solidariedade em relação a Nápoles. "Essa emergência é uma vergonha para toda a Itália."

Os primeiros carregamentos de lixo chegaram à Sardenha na noite de quinta-feira, dando início aos confrontos entre moradores e policiais. Outras regiões da Itália, como a Sicília, concordaram depois de alguma relutância em receber uma parte das montanhas de lixo. Em Nápoles, o Exército está ajudando a limpar as ruas.

A crise do lixo em Nápoles é um embaraço para Prodi e sua coalizão de centro-esquerda, que governa a cidade bem como a região vizinha da Campânia. Milhares de pessoas marcharam através da cidade nesta semana, e um dos subúrbios transformou-se numa terra sem lei durante a noite.

O presidente da Comissão Européia, José Manuel Barroso, discutirá a situação com Prodi ainda neste sábado. A União Européia está acompanhando atentamente a disputa, e uma autoridade disse que Bruxelas pode acelerar medidas legais que já tomou contra Roma por seu gerenciamento de dejetos, caso não haja melhoras.

Nápoles encontra-se em estado de emergência sobre a deposição de dejetos, um negócio no qual a máfia local está amplamente envolvida, por 14 anos. Prodi apontou nesta semana um ex-chefe da polícia nacional como "czar do lixo" e deu a ele quatro meses para solucionar a crise. Mas um grande incinerador na região de Nápoles que deveria estar em funcionamento desde o ano passado só começará a trabalhar em 2009."

17 comentários:

Fábio Mayer disse...

Acho que o pior defeito dos latinos é acreditar demais no Estado, achando-o um provedor de tudo, e ao mesmo tempo não respeitar a hierarquia que ele, o Estado, representa em certas questões sociais.

O latino, de modo geral, quer um Estado de bem estar social, mas ao mesmo tempo, não aceita cumprir regras básicas, como as de trânsito, a necessidade de pagar impostos (justos, não CPMF(s) da vida) e observar regras de modo geral...

E quanto a Itália? Bem, há montanhas de lixo porque as pessoas são incapazes de um comedimento na sua produção, pelo menos durante a crise, acho que isso é no mundo todo.

O problema dos italianos em um governo de Prodi n´~ao é bem ele ser socialista, é que a opção é o Silvio Berlusconi, que é muito pior que os socialistas.

Frodo Balseiro disse...

Patricia
Nao eh por ser descendente de italianos nao! Mas dessa vez voce exagerou.
Colocar Italia, Potugal, Espanha, abaixo de cu de cobra, em razao da greve do lixo italiana, eh no minimo desproporcionado.
Acho que Mr.X eh um italiano que lhe deu razao para tal descompostura. Leia o que voce escreveu com a cabeca fria e reconheca, que nessa, voce exagerou!

PATRICIA M. disse...

Frodo, sorry, mas o problema nao eh devido a uns e outros grevistas nao. O problema eh de infraestrutura. Veja que o tao incinerador so ficara pronto em 2009. Nao parece uns brasileiros dizendo que nao vai ter crise energetica, porque uma termo so vai ficar pronta em 2015?

Bom, ha outro problema grande na Italia e ele se chama MAFIA. Todos os governos italianos - esquerda ou direita - nunca conseguiram acabar de vez com o problema. Alguns de direita conseguiram tornar mais dificil o negocio, por insistencia dos Estados Unidos que estava limpando a mafia em NY, composta todinha por cappos italianos.

E a populacao, por que fica quieta? Por que nao exige que se acabe de vez com a mafia? Porque sao latinos, no fundo. Aceitam tudo.

Eu sabia que ia causar polemmica o tema. Mas nao eh pessoal, ta? Tanto eh que estou praticamente casada com uns desses mesmos ai.

PATRICIA M. disse...

Nao com um mafioso, claro. Hahahahahaha. Odeio a mafia. Mas acho o maximo O Poderoso Chefao.

Fábio Mayer disse...

Vai casar com um mafioso, Patricia?

A Scotland Yard não vai gostar nada disso...

Ahahahahahah

=)

Blogildo disse...

Acho que o problema não exatamente a "latinidad". Talvez seja apenas coincidência. Vá saber.

PATRICIA M. disse...

Blogildo, é a "bovinidad".

Hahahaha.

Cfe disse...

Cara Patrícia,


Acho que nunca comentei aqui apesar de habitualmente ler seu blog. E começo logo por discordar...

Talvez tenha generalizado ao dizer que todos os latinos são atrasados. A Espanha, por exemplo, é um país que cresce muito e um verdadeiro (em termos econômicos) exemplo para muitos países europeus e não se enquandra de modo algum em nenhuma lista de lugares atrasados.

A Itália, que conheço pouco, é um país dividido em dois: o norte industrial e desenvolvido e o sul atrasado e mafioso. Portugal, onde moro, apesar de agradável vem sendo governado por paquidermes socializantes que não sabem ver um palmo a frente dos olhos. E esses dois países tem uma característica particular no campo econômico que foi posta em causa pela globalização: seu tecido empresarial é composto por variadíssimas pequenas empresas. Aquilo que foi uma arma vigorosa durante vários anos virou uma debilidade e fraqueza devido a falta de escala e dimensão na fabricação de produtos frente ao gigante chinês. O Norte de Portugal há 20 anos atrás era uma das regiões mais industrializadas da Europa e atualmente é a terceira região mais pobre da UE.

Fica a sugestão de que visite Madrid, é muito melhor que São Paulo, garanto-lhe. Se bem que qualquer coisa é melhor do Sampa... (sou carioca ;) )

Abs.

Lelec disse...

Ao dizer que franceses não são latinos, você dá o exato tom do seu critério para definir "latinidades": é o PIB do país.

Franceses não são latinos por serem ricos. Portugueses, por sua vez, são o arquétipo dos latinos, por serem pobres.

Quanto preconceito! Credo!

Muito do que você repudia de ruim na África e na América LATINA são heranças desastradas de europeus. Isso vale mesmo para países de colonização inglesa.

Ainda mais, em poucas linhas, você destruiu o imenso e extraordinário patrimônio cultural e científico que os italianos nos legaram no século XX. Isso não combina com sua inteligência. A lista que segue é mínima, há muitos outros:
Cinema: Fellini, Antonioni, Rosselini, Pasolini
Literatura: Dino Buzatti, Italo Calvino, Dario Fo (Prêmio Nobel Literatura), Primo Levi
Ciências: Guglielmo Marconi (rádio - Prêmio Nobel de Física em 1909), De Renzi(neurociências), P. Bartolomeo (neurociências), Riccardo Giacconi (Prêmio Nobel de Física em 2002).

Não se engane, Patrícia: a humanidade é bonita porque existem latinos, africanos, anglo-saxões, árabes, tudo misturado.

Tanto preconceito eugenista é coisa de comunista (sei que você detesta que a chame disso).

Se você acha que anglo-saxões são o melhor povo do mundo, está enganada. Basta ver a culinária deles.

Kiss,

Lelec

PATRICIA M. disse...

Lelec, tudo pode estar certo, menos jogar a culpa na "heranca maldita". Isso eh coisa de populista subdesenvolvido.

PATRICIA M. disse...

CFE, pois eh, eu queria estar indo `a Espanha nas proximas ferias, mas vou fazer a vontade da cara metade e irei a Italia.

Hahahahaha. E tenho certeza de que irei me divertir muito, assim como estou me divertindo com os comentarios para la de irados. Virei ate nazista agora!!!

(voz de nazista): acabem com a Italia, acabem com a Italia!

(resposta): a Italia nao estava do lado errado na segunda guerra, e nao teve ela mesma um "governo" nacional-socialista? Alias, vou ver se acho em Roma museus e marcos e estatuas em relacao ao vergonhoso papel realizado pelo pais na segunda guerra. Paris esta cheia deles, e olha que nao foi a Franca inteira que "colaborou" com Hitler nao.

Que isso, adoro Sao Paulo, hehehe. Eh tao melhor que o Rio de Janeiro...

;-)

Lelec disse...

Cara Patrícia,

Não sou daqueles que imputam todas as causas do nosso atraso ao passado colonial. Grande parte dos nossos problemas institucionais e estruturais são de responsabilidade única e exclusiva dos brasileiros. Os "neo-imperialistas norte-americanos", como a petralha gosta de dizer, não são a causa da corrupção endêmica, nem da indolência do Estado brasileiro frente ao crime. A culpa é toda nossa.

Isso posto, não dá para negar que, nos diversos continentes, o colonialismo europeu deixou heranças dolorosas ou "malditas", como você falou. Até o Diogo Mainardi já escreveu isso em uma de suas colunas. Veja o que os belgas fizeram no Congo. Há muitos outros exemplos.

Negar essa realidade é negar que existe História, é acreditar que os países nasceram ontem, de geração espontânea, sem passado algum.

Kiss,

Lelec

sigrid costa disse...

Oi Patty! Morando na Italia ha 7 anos, concordo com muita coisa que falou(o problema aqui è sempre a MAFIA), mas a herança cultural italiana è forte demais e Roma, ah! Roma è sempre Roma! Tudo começou ali... Voce verà quando estiver là. Por falar nisso, quando è que tem intençao de vir? Quem sabe nao tomamos um cafè juntas em Roma? Se for de acordo, me escreva... Beijos...

Sónia disse...

Latinos... sabes ao menos o que significa!?

O que é Latino, Significado de Latino
adj. e s.m. Natural do Lácio: o povo latino. // Língua latina, o idioma dos antigos romanos. // Povos latinos, aqueles cuja língua deriva do latim (português, espanhol, francês, italiano, romeno etc.). // Rito latino, rito da Igreja Romana.

Você está misturando coisas que nada têm em comum... Vamos ser rigorosos no que dizemos, por favor.

Vá se informar sobre o que acontece em outros países no Mundo e depois escreva o que realmente existe de comum unicamente entre os países latinos.

Cumprimentos

Sónia :)

PATRICIA M. disse...

Eu fui visitar sim, sou brasileira e conheco os argentinos, colombianos, peruanos, mexicanos, visitei a Italia e a Franca. Conheci alguns espanhois e alguns portugueses.

Quer saber, so a Franca se salva, e talvez porque tenha um pé no mundo anglo-saxao.

Voce deve ser portuguesa, ne? E ai, se orgulha do seu pais?

leda cruz disse...

Você deve ser louca, pra além de ignorante!!
São pessoas como voce que envergonham a humanidade!!
Eu sou brasileira, voce se orgulha do desatre social do Brasil, que pessoas como voce ajudam a acontecer!!

patricia m. disse...

Louca eh voce, darling. Alias, petralhuda. Se voce ama tanto o seu ma-ra-vi-lho-so pais, por que nao esta la entao? O que esta fazendo em Portugal? E para que fique claro: nao fui eu que botei o jumento na presidencia da republica.