segunda-feira, 15 de janeiro de 2007

Filosoficas

"Quatro coisas nao retornam: a flecha disparada, a palavra proferida, a água que passou no moinho, e a oportunidade perdida. " (Omar Idn Al-Halif)

Foi dificil descobrir o autor; alias, ainda nao tenho certeza se esse Omar eh o verdadeiro. Encontrei na internet quem desse credito a Omar Khayyam, mas apenas textos em portugues. E com certeza os versos nao fazem parte d'O Rubaiyat.


***********


Assisti a "Diamante de Sangue" hoje. Tenso o filme, muito bom. Leonardo di Caprio esta excelente, convincente, brilhante como um soldier of fortune. Reparem na cena do helicoptero, apesar de ser apenas um. Se tivessem colocado "La Chevauchée des Valkyries" de Wagner ao fundo, juraria que estava assistindo a um "Apocalypse Now" mais moderno...

Uma pessoa no filme faz a eterna questao a di Caprio: os homens sao bons ou sao maus? A resposta eh otima: sao apenas seres humanos... Gostaria de fazer uma pesquisa de opiniao com voces. De preferencia, justifiquem a resposta.

9 comentários:

gilrang disse...

m.,

please, sing it with burt bacharach, dear:

what's it all about, alfie?
is it just for the moment we live?
what's it all about when you sort it out, alfie?
are we meant to take more than we give,
or are we meant to be kind?
and if only fools are kind, alfie,
then I guess it's wise to be cruel.
and if life belongs only to the strong, alfie,
what will you lend on an old golden rule?
as sure as i believe there's a heaven above, alfie,
i know there's something much more,
something even non-believers can believe in.
i believe in love, alfie.
without true love we just exist, alfie.
until you find the love you've missed you're nothing, alfie...
when you walk, let your heart lead the way
and you'll find love any day, alfie
...

(b.bacharach)

no further justification should be necessary...

Blogildo disse...

Os humanos são maus. Essencialmente maus. Temos potencial para a bondade. Potencial esse que pode ser elevado através da religião, cultura, família, tradição etc. Mas, no geral, é como está em Gênesis cap.6, vers.5 : a imaginação no coração do homem é má continuamente.

Abraço!

Ps.: Não gosto muito do Di Caprio, mas vou assistir ao filme por sua recomendação.

catellius disse...

Olá amigos,
Esta é a última mudança, espero.
O próprio blog deixou de se chamar "Eneadáctilo" e agora é "Pugnacitas", que significa "desejo de lutar" - um tanto piegas. Para amenizar o significado, o ícone é uma pena, sugerindo que a luta se dará com um brutal derramamento de tinta virtual...
A mudança foi causada pelo meu amigo Heitor Abranches, que disse:
"Acho que chamar o blog de eneadátilo é um pouco agressivo além de ser uma homenagem a alguém que não merece. Aliás, como já dizia o bordão, falem mal mas falem de mim."
Então, alterem o link de meu blog para http://pugnacitas.blogspot.com
O Heitor deve escrever mais sobre política. Já postou um artigo, sobre a Eleição do Presidente da Câmara em 2007. Entre lá e comentem, please!

Em breve dois super cabeções integrarão o blog. Alessandro Oliveira e Cyro Madeu.
Um grande abraço
Catellius (ex eneadactilo...)

Costajr disse...

Os homens aqui entendido como gênero humano são apenas imprevisíveis.

Alkimistas do Brasil disse...

Patrícia, eu já tenho até dúvida se TODOS são seres humanos.
Certas coisas que "produzem" são tão 'sobrenaturais'...acho que vou assistir a esse filme também. Depois respondo, se não vai ficar muito fora do contexto.

Grande abraço

andre wernner disse...

Se os homens são bons ou maus?
Essa resposta demandaria uma conceituação mais profunda e longa.
Vou arriscar na simplificação.
A essência humana, eu diria, é boa.

Porém, o reflexo dos seus atos vai depender do aprendizado e da sociedade em que vive. Se a sociedade for dominada pelos maus, ou pela arrogância, prepotência e pela violência, ele poderá ser influenciado por esses ditames, e não podendo combate-los, acaba usando das mesmas armas. É a lei da sobrevivência.

Personalidades fortes e arrojadas para mudar este estado, são raras. Estes, porém, são os que fazem a diferença.

Se aceitarmos que o homem é mau a partir da essência. Não nos resta esperança num mundo melhor. Seria o caos. O fim!
Bjs

Ricardo Safra disse...

Cara Patrícia

Acredito que os homens sejam essencialmente bons, mas são corruptíveis. Qualquer outro sentido, para mim, torna a questão maniqueísta demais.

O filme é um entretenimento razoável. Cinematograficamente diverte. Como denuncia, naufraga na superficialidade com que retrata a situação na África. Segundo o diretor lá, assim como cá, tudo se resume na eterna dicotomia do bem X mal.

Um abraço,
Ricardo Safra, estudante de Geografia

Angela disse...

Os Homens nao sao bons nem maus, sao animais mais refinados que tem necessidades muito mais diversificadas e por elas justificam-se das mais variadas formas as vezes boas as vezes mas. Vivemos numa selva, sabiam nao?? hahahahahah
Beijos
Angela
P.S espero que tenha feito boa viagem! :)

Patricia M. disse...

Ricardo, nao concordo com o comentario a respeito do filme. Eu nao acho que o maniqueismo foi exacerbado. Tudo se resume a ganancia e luta por poder. Mais nada. Nao eh assim que vivemos hoje? Alias, nao consegui nem exergar o lado "bom" da estoria: a reporter queria o furo jornalistico, o di Caprio queria dinheiro, a de Beers (nome verdadeiro da holding de diamantes) queria os diamantes, e as gangs africanas querem poder. Ainda estou para descobrir o bom samaritano do filme...