domingo, 23 de agosto de 2009

Shame On You All! II

"In the name of fighting terror, the government has asked the British people to agree to restrictions on our liberties and invasions of our privacy. It has urged us to understand the bitter toll of young lives lost fighting in Iraq and Afghanistan. Yet now we are meant to accept that one of the worst terrorists in history should go home after serving only eight years, simply because he is unwell."

É triste assistir ao declínio nem um pouco honrado (nas mãos dos malditos socialistas) de um país que foi das maiores potências de todos os tempos, que governou metade do globo e que deu ao mundo o fundamento das liberdades individuais e da common law, que outros países souberam aproveitar tão bem. É realmente LAMENTÁVEL.

Eu começo a desprezar e a odiar esse país com todas as minhas forças. A data de partida já está marcada, só resta saber para onde iremos... Mas o mundo é grande, eita mundão véio sem portêra...

5 comentários:

Vinicius disse...

Great injustice with Ronnie who had to stay 10 years in prison.

http://en.wikipedia.org/
wiki/Ronnie_Biggs

On 23 April the Parole Board recommended that Biggs be released on 4 July, having served a third of his 30 year sentence. However, on 1 July Jack Straw did not accept the Parole Board's recommendation and refused parole, stating that Biggs was 'wholly unrepentant'. On 30 July 2009, it was claimed by representatives of Biggs that he had been given 'permission' to challenge the decision to refuse him parole. Biggs was released from custody on 6 August, the day before his 80th birthday, on 'compassionate grounds'.

Frodo Balseiro disse...

Realmente revoltante a liberdade concedida ao terrorista.
Nessa época, "aceitar a diversidade" é confundido com a aceitação de todo tipo de banditismo!

patricia m. disse...

Exato, que eu saiba Biggs nao matou ninguem, so roubou o trem pagador...

Funes, o memorioso disse...

Venha para Portugal!
Vai sentir-se em casa. E quando disser mal de tudo, vai fazê-lo sem qualquer sentimento de culpa. Aqui é tudo mau mesmo.

Daniel F. Silva disse...

Dizem que foi resultado de negócios entre britânicos e líbios, em relação a petróleo e gás natural. Não duvido nada. Afinal, por essas bandas latino-americanas vemos coisas bem parecidas.