domingo, 5 de abril de 2009

Guerra de Travesseiros

Fiquei sabendo que hoje foi o Dia Mundial da Guerra de Travesseiros.

Pessoas que participam desse tipo de evento deveriam ser esterilizadas. Afinal, deixar que retardados mentais procriem é um retrocesso para o mundo civilizado.

10 comentários:

Fábio Mayer disse...

É porque gente assim se reproduz que temos petralhas, BBB(s), pagodeiros, cantores sertanejos, dançarinas de axé e políticos populistas.

Tá certa, tinha que esterilizar mesmo!

Funes, o memorioso disse...

Eu não percebo o que é que se faz de capacete numa guerra de travesseiros.
A inteligência revelada não é muito menor do que a dos espanhóis de valência que fazem uma guerra de tomates.

jg disse...

Falô!

patricia m. disse...

Funes, percebe-se o grau de desenvolvimento de espanhois e brasileiros.

Daniel F. Silva disse...

Pura falta do que fazer...

Blogildo disse...

Só podia ser em São Paulo...

Frodo Balseiro disse...

Nossa juventude "criativa" é um espanto!
Quanto à ortografia, Patrícia, "idéia" não tem o acento agudo. Mas Coréia tem, pois é nome próprio.
Tudo isso fruto dessa imbecilidade que é novo acordo ortográfico dos "lusófonos".

Daniel F. Silva disse...

"Coréia" também perde o acento, sim. Isso não vale para nomes de pessoas, mas vale para nomes de lugares.

Fernando disse...

Funes
Estar de capacete em uma guerra de travesseiros é se preservar de indivíduos que colocam entre as penas dos travesseiros, pedras, ou frutas como pequenos cocos.
Muita gente saiu machucada por levar "travesseiradas"

João Batista disse...

Pena que eu perdi, senão teria participado seguindo a sugestão do Fernando, mas não apontaria para as cabeças não, minha intenção exige que o travesseiro de pedras seja apontado sempre abaixo da cintura.

Agora, vocês varram essa porcalhada, senão a cidade terá de pagar hora extra para os garis, e não fui eu que sujei, não sou eu que vou pagar, o parque do Ibirapuera é “púbrico” e notório, tem até turista, então vamos limpando aí, bando de mané, proponho um novo evento internacional para seguir imediatamente a guerra de travesseiros: a guerra das vassouras. Quem contribuir para fazer o parque mais limpo do mundo nesse dia ganhará um picolé.