sábado, 20 de setembro de 2008

Descobri-me

Acho que finalmente decifrei o que sou, de verdade: sou libertarian, juro. Cada um faca o que melhor pensar da vida, e eu nao tenho nada com isso, a nao ser que interfira na minha liberdade individual, o que me da o direito de retribuir de acordo com a lei da acao e reacao. Sou a favor do mercado livre, sou a favor de todo mundo livre, sou a favor do live and let live. Ou do live and let die. Eles que sao pretos (ou brancos) eles que se entendam, ja dizia o ditado. Sou amplamente a favor do wild west, tenho a plena nocao de que sou uma cowgirl nesse mundo grande sem porteira. Nao quero levar a justica a ninguem, nem a liberdade a ninguem, porque essa luta nao eh minha. A minha luta eh por mim. Sou uma individualista por natureza, e so estou interessada na minha propria sobrevivencia. Nao devo lealdade nem obediencia a ninguem e a nenhum governo. Eu so visto a minha propria camisa, se eh que me entendem.

5 comentários:

Blogildo disse...

Digamos, uma libertária moderada. Afinal, você não chega a flertar com a anarquia. Como alguns libertários fazem. Right?

PATRICIA M. disse...

Anarquia? Nao, governos sao necessarios, mas devem se reduzir ao minimo: defesa, policia e justica. Mais nada.

João Bosco disse...

Belo manifesto, Patrícia! Mas um verdadeiro individualista jamais confessaria isso. Preferiria viver sob o disfarce de um altruísta hipócrita, que é como faz a maioria dos políticos.

PATRICIA M. disse...

Joao Bosco, pois eh, a maioria faz a mesma coisa, mas enfim... Eu confesso apenas aqui no blog, na vida real eu nao digo isso as pessoas ou elas se assustariam, hehe.

O legal eh ser caridoso, pensar no proximo, na ecologia, no mundo, nos pobres, nos cachorros, etc etc etc... Tudo isso que eu nao dou a minima.

PATRICIA M. disse...

Se bem que, completando o pensamento, eu nunca fiz questao de ser popular, eu so faco questao de uma coisa: causar polemica, hehe. Isso venho fazendo desde sempre e nunca mudei. Mas ha que maneirar ate na polemica...