segunda-feira, 11 de junho de 2007

Yukrus, Yukrus

Ontem fui a Missa depois de muito tempo. Aqui nao eh toda Igreja que tem aquele jornalzinho que nos permite acompanhar o que o Padre fala e ler as devidas respostas. Algumas compram e colocam `a disposicao dos fieis missais do tamanho de livros (exemplo). A maioria nao tem nada mesmo, cada um que traga seu proprio missal ou que saiba as respostas de cor. Bem, eu sabia as respostas de cor, mas em portugues - o que nao adianta grandes coisas. A Igreja a qual fui ontem disponibilizava um pequeno livrinho de 14 paginas com alguns hinos e algumas respostas basicas - nao havia por exemplo o Pai Nosso, mas havia o Credo de Niceia.

Engracado ouvir assim a Missa sem acompanhar em um papel. Lembrei-me dos tempos de crianca ontem. Quando era pequena e ia a Igreja com meus pais, tinha certeza de que a palavra "orai" significava "levantai". Isso porque, toda vez que o Padre dizia "Orai irmaos para que o nosso sacrificio seja aceito por Deus Pai Todo Poderoso...", todo mundo se colocava de pe. Fazia sentido, nao?

Uma coisa que me ficou martelando na cabeca a Missa inteira ontem foi a palavra Yukrus (pronunciando o ultimo U como se fosse em "bus"). Pensava, pensava, o que significa Yukrus, Yukrus, Yukrus... Nao estava escrita em lugar nenhum, mas o Padre a falava o tempo todo. Ate descobrir quase no final da Missa que ele estava querendo dizer Eucharist! Hahaha. Depois que descobri o fato, vi que fazia sentido minha transliteracao, porque o T final eh praticamente inaudivel. Se eu fosse ler a principio Eucharist, nunca pronunciaria Yukrus, que no final das contas eh o jeito certo de falar. Tentaria falar algo como Yukarist, com o A como em "carry", e o ka como silaba tonica. Totalmente errado.

Conclusoes:

1) Para aprender linguas, eh preciso antes de mais nada saber ouvir bem.
2) Fiquei repetindo Yukrus, Yukrus pelo resto da noite, e me lembrei desse post do Funes. Eh, tem coisas que a gente faz sempre, nao importa a idade, do berco ao tumulo.

9 comentários:

gilrang disse...

m.,

i had some sort of problems too, mainly with:

salad and solid
(i used to think what some pieces of tossed lettuce were doing among some euclidean angles);

salt (sót) and salt (sôt)...
(i wasn´t alone in that one: a new yorker told me she had the same problem over there...)

the worse of them all was

baked ham (bêikt ham) and bacon (bêican)
(even though i used to stress the m in ham, i was always served the wrong thing...)

but wait until you get to bâstân... you´ll love their potêit_rs and their tomêit_rs... and don´t dare to say they´re hillbillies! they are supposed to be la crème de la crème!!! the founding fathers!!

in fact, Yukrus sounds more like a corn flake brand than your Yukarist.

my! oh, my! we sure must teach these gringos some mispronounciation!! =)

PATRICIA M. disse...

Gilrang, nao sei de onde voce tirou a pronuncia (sót), haha, tem um L ai no meio. Segundo o dicionario, a pronuncia correta eh (sawlt). E nao faco a menor ideia do que seria um sôt circunflexo.

De qualquer forma, quem tem bom ouvido pega todas as pronuncias corretas. Dai eh praticar para falar igual. Eu posso nao saber o significado na hora, mas da para falar igualzinho: olha a pronuncia de dicionario de Yukrus: (yōō'kər-ĭst)

Bostoniano fala weird, heim, confundir salad e solid eh demais, hahahahahahahah.

Costajr disse...

Fico feliz com seu retorno às missas!

Antes de terminar o post fiz um monte de conjecturas sobre o significado da tal palavra, nenhuma se referia a eucaristia. É isso, não é?

um abraço.

PATRICIA M. disse...

Costa, isso mesmo, eh Eucaristia.

Daniel F. Silva disse...

A língua inglesa nos prega peças inacreditáveis. A pronúncia é uma delas. Por exemplo: pronuncie "formiga" em inglês. Agora, pronuncie "tia" em inglês...

Otavio Pelegrini disse...

Ah! Falando em missais, o cardeal secretário do Estado do Vaticano disse que a missa de São Pio V, aquela do Concílio de Trento vai ser liberada por um documento de Bento XVI que não demora a sair...A reação da 'esquerda católica' já começou...vamos ver no que dá!
Agora, de pronuncias em inglês não sei patavina!
Abraço

Blogildo disse...

De volta às missas! Li num romance do Sabino que todo bom mineiro - i.e. o mineiro que se preza - é católico!
Quanto ao Yukrus, te digo o seguinte: Cara, tô lendo J.L.Borges e o cara brinca com as palavras e seus significados o tempo todo. Não é leitura das mais fáceis, mas toca exatamente nesse ponto que você citou.

Besos!

A Furiosa disse...

Eu sou uma entusiasta da missa tridentina. Em latim e com o padre de costas...
Acho lindo. Aqui no Rio gosto de ir ao Mosteiro, o único lugar onde ainda há o verdadeiro canto gregoriano...

PATRICIA M. disse...

Oriane, aqui em Jersey City ha uma igreja que tem a Missa Tridentina. Irei frequenta-la esporadicamente, so para cantar em latim.

:-)