quinta-feira, 14 de junho de 2007

The New Religion

Preciso dizer mais? Ja repararam que as pessoas comuns adoram alarmismo? Lembram-se da virada do seculo, da vinda do cometa Halley, sempre arrumam motivos para o fim do mundo. O ironico de tudo isso eh que os alarmistas vao morrer e o mundo vai continuar ai, como sempre esteve. Tsc tsc tsc...

(clique na figura para aumentar)

Via IBD Editorials.

10 comentários:

jandira disse...

Você quando não escreve sobre politica chega ser sensacional.

PATRICIA M. disse...

Eh, tive de publicar o comentario da Jandira. Sabe como eh, ter ego grande eh uma merda, hahahahaha.

Blogildo disse...

Fiquei até com ciúmes! Pô, Jandira, vc nunca me elogiou assim! Hahahahahaha!


A nova religião tá bombando, Patrícia. São os Aquecimentistas Santos dos Últimos Dias.

Cejunior disse...

Oi Patrícia!
Vai ter um show aqui na Praia de Copacabana, organizado pelo Al Gore (Ivete Sangalo, Marcelo D2 e outros menos votados ainda...).
Vai atrair um monte de gente que nem sabe do que o Al Gore está falando...
Mas que vai ficar bem na TV, isso vai...

PATRICIA M. disse...

Carlos, pois eh. E quanto voce aposta que a imprensa vai noticiar o fato de outra forma? Vai dizer que a multidao estao toda reunida por causa do ambientalismo, que estava preocupada, todos aqueles idiotas uteis reunidos para o bem da causa de Al Gore... Que alias esta querendo se candidatar a presidencia dos EUA, fiquei sabendo disso hoje...

Ricardo Safra disse...

Cara Patrícia,

Faz tempo que não apareço por aqui, mas as provas, seminários e relatórios estão acabando comigo. Mas o tal reaquecimento global é um fato científico porque estamos numa fase interglacial, ou seja, a Terra está naturalmente “esquentando” por meio de processos endógenos que independem da ação antrópica. Contudo, o homem está acelerando esses processos ao aumentar a quantidade de CO2 (dióxido de carbono), SO2 ( dióxido de enxofre) e de CH4 (metano) na atmosfera.

Eu não suporto o Al Gore, tampouco campanhas alarmistas. Mas defendo maior prudência e controle ambiental por parte dos grandes conglomerados industriais, principalmente nos países em desenvolvimento (BRIC) que infelizmente não filtram as emissões dos gases citados. Vale a pena, também, criar uma maior consciência sobre o fato da interdependência e correlação do homem e da natureza, afinal todo nosso sustento e conforto dependem da extração de valiosos recursos naturais. Certo?

Um abraço,
Ricardo Safra, estudante de Geografia

P.S. Em tempo, queria que os Spurs perdessem justamente porque eliminaram o meu Utah Jazz na final da conferência oeste.

Otavio Pelegrini disse...

Virada de milênio já viu, né? Profecia apocalíptica é o que não falta...O mundo gira...

ROÇA COISA É OUTRA LIMPA disse...

O fim do mundo nem é uma coisa ruim, eu moro nele...

Mofina Mendes disse...

“o mundo vai continuar ai, como sempre esteve”

Esta é uma frase optimista ou pessimista?

Fábio Max Marschner Mayer disse...

Vende-se a idéia do fim do mundo ambiental como se um dia, os recursos naturais chegam ao fim e como um tanque de gasolina vazio, o mundo pára de girar e todo mundo tem que descer do carro, no caso, do planeta, para empurrar.

Enfim, tem muita gente pregando o apocalipse, quando não é mais que um processo lento...e se morrermos, vai demorar, mas será doloroso!

Apesar desse alarmismo, eu teria votado no Gore enão no Bush se fosse americano... mas não que recomende que o ressucitamento dele agora.