segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Italia

Voltei ontem de ferias da Italia - a segunda vez que vou la. Nao ha pais como a Italia, serio. Come-se bem, bebe-se bem, ha ruinas romanas por todas as partes, ha historia de sobra.

O trajeto dessa vez foi:

- Roma
- Napoli
- Pompeii
- Sorrento / Capri / Costiera Amalfitana
- Lecce e regiao do Adriatico (tinha um casamento para ir, esse foi o motivo principal da viagem)

-> Roma: ja haviamos estado em Roma antes, mas ficamos em um hotel diferente e acabamos conhecendo lugares diferentes. Um deles foi a basilica de San Paolo Fuori le Mura, onde Sao Paulo esta enterrado. Magnifica, muito bonita mesmo, quase que nao deixa nada a dever para a catedral de Sao Pedro. Ha bem menos turistas - eu so descobri a igreja porque 1) assisti ao documentario na BBC do historiador gay anglicano sobre a Historia do Cristianismo - ja comentei sobre esse documentario em outro post, mas valeu a pena ter visto o sujeito chato falando mal do catolicismo so porque ele mencionou essa igreja; e 2) eu fiquei hospedada no Hotel St Paul (muito bom por sinal) que esta obviamente bem perto da igreja e a cita como ponto turistico em seu website. Obviamente como nao poderia deixar de ser fomos ver de novo o Coliseu, o Foro Romano e o Palatino. Toda vez que vou a Roma esse passeio eh um no brainer, obrigatorio mesmo. E a outra novidade em Roma foi que, como estavamos la em um domingo, fui ao Vaticano ver o Papa fazer o sermao do Angelus. Tirei foto dele laaaaaaa na janelinha e tudo mais. Depois posto aqui.

-> Napoli: simplesmente a melhor pizza que ja comi foi em Napoli - quem foi que inventou que pizza italiana eh ruim? Quem diz isso deve ter comido pizza do norte, e nao pizza do sul. A verdadeira pizza eh a napolitana, simplesmente maravilhosa. E a insalata caprese entao? Fico ate com agua na boca quando escrevo sobre a caprese... Simplesmente em nenhum outro lugar do mundo se acham os tomates vermelhinhos e suculentos que se pode comer na Baia de Napoles. E as azeitonas? Meu Deus do ceu, as azeitonas sao umas bitelas carnudas que enchem a boca, nunca comi azeitonas assim na vida. Verdes, e melhor de tudo, *nao vem em conserva*! Muito melhor o gosto - eles chamam de azeitona *doce*, mas nao eh doce nao. So nao tem aquela quantidade absurda de sal das pobres azeitonas comuns - sal para disfarcar a sensaboria.

-> Parque arqueologico de Pompeii: um dos pontos altos da viagem! Ficamos quase 5 horas dentro do parque, e eu poderia ter ficado muuuuito mais. Fiquei sabendo que o que hoje eh mostrado ao publico eh mais ou menos 1/3 apenas do que era mostrado na decada de 60. Nao consigo imaginar entao quantos dias voce teria que passar para ver tudo. Sao as ruinas mais preservadas que ja vi, eh realmente emocionante pisar naquela cidade. Historia pura mesmo! E a visao do Vesuvio sempre ameacador por tras completa a imagem de tragedia que a cidade evoca.

-> Sorrento / Capri: ficamos um dia inteiro em Capri, outro dos pontos altos da viagem. Meu, o que eh aquilo, o palacio de Tiberio a 300m de altura no precipicio, que visao, que imagem! As ruinas em si nao estao tao bem preservadas, mas a visao que o sujeito tinha la de cima eh perfeita. Eu juro que nunca vi um mar mais azul e bonito que o da Costa Amalfitana. Vou postar fotos tambem. Eh de um azul espetacular. Andamos metade da ilha, subindo e descendo despenhadeiros. Show.

-> Costiera Amalfitana: a estradinha que leva de Sorrento ate Salerno - passado por Amalfi eh patrimonio historico da humanidade. De novo, nao preciso comentar sobre o azul fascinante do mar - tao fascinante que quase pensei em me jogar la de cima, fiquei hipnotizada mais ou menos como Ulysses amarrado ao mastro. Ela eh toda circundada por um muro de pedras muito bonito, e sobe e desce por toda a costa, as vezes passando um veiculo so, as vezes cheia de espelhos de forma que voce consiga ver o carro que esta por vir na proxima curva - e se for um onibus eh bom tomar cuidado. Ha locais onde se pode parar o carro e tirar fotos. Breath taking!

-> Lecce: fomos a Lecce por causa do casamento, que foi em uma tipica villa italiana. Comida maravilhosa, cenario de cair o queixo. Vale a pena andar por toda a costa do Adriatico: o azul do mar eh igual e a infra eh bem menor, logo a paisagem toda eh mais "selvagem". Por toda a costa se encontram as famosas plantacoes de oliveiras - a regiao eh a maior produtora da Italia de azeite de oliva.

Depois de Lecce dirigimos de volta ate Napoli para o voo de volta. E ai aqui estamos, nessa terra horrorosa onde se come mal e se bebe pior ainda. Ahhhh que saudades da Italia!

3 comentários:

Funes, o memorioso disse...

Não gosto de queijo. Não gosto de massa. A Itália é o país do mundo onde se come pior. Não sei como sobrevivi um mês nesse inferno em forma de bota.
San Paolo Fuori le Mura é magnífica. Afinal, o "meu" gay anglicano ainda lhe serviu para alguma coisa.

patricia m. disse...

Funes, eu ja tinha visto o "seu" gay antes no programinha da Bullshit Broadcast Corporation, hehe.

Quanto ao queijo, melhor nao entrarmos em discussao, ja que eu venho da terra do queijo no Brasil... Queijo, nhaaaaaaaaam. Pizza, nhaaaaaaaaaaam. Mozzarella de bufala, nhaaaaaaaaam. Mozzarella normal, nhaaaaaaaaaaaam!

Vinicius disse...

... San Paolo Fuori le Mura, onde Sao Paulo esta enterrado ...

Reality Check: The first church here was, according to the Liber Pontificalis, built by Emperor Constantine and consecrated on 18 November 324. It was a small church, built over the grave of St Paul.

Devem ter usado GPS para encontrar o túmulo 300 anos depois ;)