quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Steve Jobs Deveria Ser O Garoto-Propaganda...

... de todas as campanhas anti-aborto por ai. Quer melhor garoto-propaganda do que ele? Se naquela epoca o aborto fosse permitido nos EUA - a infame Roe vs Wade eh de 1973 - talvez Steve Jobs nunca tivesse existido...

3 comentários:

Funes, o memorioso disse...

Já vi este argumento usado com Beethoven, mas ele não é inteiramente convincente, porque é reversível. Já viu a quantidade de paspalhos de que nos teríamos livrado se o aborto fosse legal naquela época?

patricia m. disse...

Funes, mas voce tem que analisar casos apenas em que por exemplo a mae era solteira e ou resolveu ficar com o filho ou o deu para adocao. Nao valem casos de casais ou outros.

Ha paspalhos comuns que conseguimos aturar. Nao me lembro no momento de nenhum grande paspalho que poderia ter sido abortado e nao foi. Hitler ou Stalin, no caso, nao seriam exemplos validos.

Funes, o memorioso disse...

Não, Hitler e Stalin não são exemplos válidos. Eu estava a pensar mais nos tipos das repartições onde tentou actualizar a sua carteira de motorista. :-)