segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Dilemas

As escolhas costumam ser sempre dificeis. Em qualquer situacao da vida. Especialmente hoje em dia em que tudo pode ser decidido por um simples clique.

Recebi hoje um e-mail de um banco de investimento do qual a minha mesa eh cliente, pedindo que respondessemos a algumas questoes que os ajudassem a aprimorar o website de pesquisa. Em troca, doariam 25 libras a uma instituicao de caridade da nossa escolha.

Nada mal, pensei. Convenceram-me, vou la responder a pesquisa e doar as 25 libras `a caridade.

As escolhas eram as seguintes: Red Cross, Medecins Sans Frontieres, ActionAid, e o World Wide Fund for Nature.

Algumas cortei de cara: nao gosto dos terroristas verdes, apesar de achar que o WWF nem de longe se parece com o pessoal do Greenpeace. Mas de qualquer forma, prefiro ajudar pessoas a animais. Nunca havia ouvido falar do ActionAid, e para ser sincera nao tive tempo de ler o website deles. Apenas vi um monte de criancas africanas e fiquei com preguica: mais um desses que coloca os esfomeados na pagina para tentar arrancar uns tostoes da gente? Ha decadas todas essas caridades estao na Africa e o que eles conseguiram ate hoje? Nada.

Logo fiquei entre o MSF e a Cruz Vermelha. Eu tinha alguma simpatia pelo MSF, mas nao sei porque me veio a cabeca que esse pessoal poderia estar envolvido com assuntos os quais eu nao aprovo: eutanasia e aborto. Uma rapida e simples digitada no Google resolveu meu problema: sim, eles promovem o aborto como forma de controle da natalidade. Descobri aqui. Alias, gostei dessa instituicao, se pudesse teria doado o dinheiro a eles. Vou coloca-los no meu "links de referencia".

Em suma, por falta de opcao fiquei com a Cruz Vermelha. Que nao eh apenas a Cruz Vermelha, mas o Crescente Vermelho tambem. Nada ideal, mas melhor do que doar para carniceiro e acougueiro.

Um comentário:

Funes, o memorioso disse...

E por que é que não doou ao FMI, para eles ajudarem os portugueses que precisam mais do que todos esses que cita?