domingo, 18 de abril de 2010

Laughable

Eu tenho vários amigos cariocas, mas está na hora de mandar os amigos às favas e expor o que eu penso sobre o Rio de Janeiro e sobre o carioca. Naturalmente, sempre joguei no time do "eu perco o amigo mas não perco a piada".

O carioca é a síntese perfeita do que eu mais odeio e desprezo no Brasil. É sempre o espertalhão, com ginga de malandro, voz melíflua e duas caras. Se tivesse de retratar o carioca, escolhia o Amigo da Onça. O Rio é a terra das favelas, dos bandidos, do tráfico. Cidade maravilhosa my ass, como diriam os americanos. A elite do Rio é podre, decadente; com uma elite dessas, o que se pode esperar do zé povinho carioca? Que seja melhor que os que deveriam ser a nata da sociedade?

Aí eu leio essa coisa aqui. Amazing! Como é que disseram, o dinheiro é uma doação de "cidadãos cariocas indignados, que não querem ver delinquentes afrontando o Rio de Janeiro".

Precisamos explicar para a elite carioca cabeça-de-vento e ventas cheias de cocaína que os delinquentes já tomaram o Rio de assalto há pelo menos 40 anos. Eles ainda não viram isso?

Laughable.

2 comentários:

Funes, o memorioso disse...

Concordo consigo. Mas o meu problema é muito mais grave do que o seu. É que eu tenho que fazer um esforço enorme para não confundir o Rio com o Brasil.

patricia m. disse...

Funes, por favor, não confunda. Se tivesse de escolher apenas um estado para representar a federação, escolheria São Paulo. Terra de gente de valor, trabalhadora, séria e honesta.