domingo, 6 de setembro de 2009

Messiah

Hoje vou ouvir o Messiah de Handel no Royal Albert Hall. Nao deixa de ser incrivel como o Cristianismo conseguiu influenciar a criacao de pecas como essa.

Fico pensando o que o Islamismo produziu em termos de musica. Eu particularmente nao conheco nada. Ate que em termos de arquitetura nao deixa a desejar para a nossa - apesar da minha clara preferencia pela arquitetura ocidental, tenho que dar valor a criacao dos caras. Mas musica? Que musica? Alguem consegue me citar algum compositor famoso do mesmo calibre de Bach ou Mozart ou Handel?

5 comentários:

rps disse...

A arquitectura deles é horrível.

Nas 3 ou 4 vezes quue passei frente ao Royal Albert Hall disse para mim: "hei-de cá vir ver qualquer coisa".

Funes, o memorioso disse...

Também suspeito (mas pode ser ignorância minha) que eles, os compositores religiosos muçulmanos, não existem. Penso que para o Islão a oração não pode revestir a forma de música, a não ser naquela espécie de musicalidade repetitiva do chamamento dos fiéis à oração.
Mas devemos ao Islão as Mil e uma Noites e nunca lhes seremos suficientemente gratos por elas.

patricia m. disse...

RPS, hehe, preconceituoso... Va dizer que nao gosta de um harem bem decorado...?

patricia m. disse...

Funes, temos os Irmaos Grimm e Hans Christian Andersen e muita coisa 10x melhor que eles... E chamar aquela lamuria nojenta de musicalidade, bem, voce se superou nessa.

Blogildo disse...

O cristianismo dá 10 no islamismo.Sei que pra ateu e agnóstico deve ser tudo igual mas, quando se pensa na arte a gente percebe a diferença.