terça-feira, 28 de julho de 2009

Cidadania - II

Para clarificar, eu poderia ter dado uma banana para o banco e me livrado do visto patrocinado por eles há um tempo atrás, porque aqui na Inglaterra existe o High Skilled Migrant Visa (HSMV)- um sistema de visto por pontos onde obviamente quanto mais qualificado você é, mais pontos você conta. Mas nessa crise toda, sem outros empregos disponíveis, por que eu me daria ao trabalho de fazer e pagar por esse visto sendo que o do banco eu tenho de graça e válido por 5 anos, e o HSMV é válido por apenas 2 anos? Não fazia sentido...

De qualquer forma, com a cidadania do Barba, a coisa muda de figura. Agora finalmente podemos nos sentir "seguros" na Europa - apesar de não querermos ficar aqui por muito mais tempo. Mesmo tendo todos os papéis em ordem, mesmo sendo legal, mesmo tendo um emprego, a vida de imigrante não é fácil. Só de pensar que se você for mandado embora precisa fazer as malas em 30 dias e voltar para o país de origem... Não no caso de gente casada, então é sempre melhor vir de dupla. A probabilidade dos dois serem mandados embora ao mesmo tempo é minúscula. E nós por exemplo nunca colocamos os ovos no mesmo banco, ops, cesto... Lógico.

16 comentários:

Funes, o memorioso disse...

Ora, Patrícia,
Enquanto Portugal fizer parte da Europa você nunca seria corrida do velho continente.

patricia m. disse...

Funes, vai me contratar como faxineira ilegal? Hahahahahaha.

Vinicius disse...

Lady, eu consegui a cidadania Italiana faz uns 10 anos. Pelo que sei e essa informação também tem uns 10 anos, para voce obter a cidadania Italiana através do casamento terá que abandonar a Brasileira.

PS: Se for expulsa da Europa, voce pode trabalhar em housekeeping aqui na heartland ;)

Vinicius disse...

Lady, alguns vilarejos da Italia, onde a população está decrescendo, estão dando casa em troca de voce manter a casa e pagar os impostos. Um conhecido aqui de Columbus ganhou uma casa nessas condições. Com isso, se voce ou o barba souberem pescar, a sobrevivência estará garantida ai na Europa.

patricia m. disse...

Vini, to sabendo disso nao. Vc acha que isso eh pedido pelo governo brasileiro ou pelo italiano? Nao deve ser o brazuca, porque uma amiga minha conseguiu a americana por casamento e nao teve que abrir mao da brasileira.

Ja o italiano, seria estupidez, nao? Se eles nao pedem para as proprias pessoas que conseguem a cidadania italiana abrir mao da brasileira, vao pedir pra mulher/marido???

Vinicius disse...

Pelo que sei, essa condição é imposta pela constituição Brasileira que permitiu a dupla cidadania somente para quem obtem a outra (que não a Brasileira) por direito de nascimento. Convém consultar a constituição para saber o que existe de verdade nisso tudo.

Vinicius disse...

http://www.planalto.gov.br
/ccivil_03
/Constituicao/Constituiçao.htm

Art. 12, § 4º - Será declarada a perda da nacionalidade do brasileiro que:

I - tiver cancelada sua naturalização, por sentença judicial, em virtude de atividade nociva ao interesse nacional;

II - adquirir outra nacionalidade, salvo no casos:

a) de reconhecimento de nacionalidade originária pela lei estrangeira; (Incluído pela Emenda Constitucional de Revisão nº 3, de 1994)

b) de imposição de naturalização, pela norma estrangeira, ao brasileiro residente em estado estrangeiro, como condição para permanência em seu território ou para o exercício de direitos civis; (Incluído pela Emenda Constitucional de Revisão nº 3, de 1994)

patricia m. disse...

Vini, o ponto B diz tudo:

b) de imposição de naturalização, pela norma estrangeira, ao brasileiro residente em estado estrangeiro, como condição para permanência em seu território ou para o exercício de direitos civis; (Incluído pela Emenda Constitucional de Revisão nº 3, de 1994)

Eh obvio que todo mundo pega outra cidadania para permanecer no territorio estrangeiro, nao? Sempre se pode dizer que se conseguiu a naturalizacao por causa disso.

De mais a mais, quem vai checar isso? Como o governo brasileiro sabe quantas cidadanias eu tenho? Para o queridissimo governo brasileiro, eu ainda sou solteira. Casei la nos EUA e nao entrei com o pedido de regularizacao na embaixada.

patricia m. disse...

Duvida resolvida, naturalizacao por casamento nao implica na perda da cidadania brasileira:

http://www.dupla.cidadania.nom.br/naturalizacao.htm

Vinicius disse...

Não é tão simples como voce imagina. Quando voce for solicitar a cidadania Italiana (nunca ouvi falar dos 3 anos que voce mencionou) o consulado Italiano solicita a sua situação ao governo Brasileiro que por sua vez prepara a perda da sua nacionalidade Brasileira SE o seu caso não estiver enquadrado no item a ou b. Voce tem ainda outro problema, pois para o Brasil voce é solteira. A minha sugestão é regularizar seu casamento no Brasil e mais tarde alugar uma casa na Italia para fingir residência por lá e assim alegar o item b.

patricia m. disse...

Vini, nao complica. Esses advogados que te ajudam a pegar cidadania sabem de todos os detalhes. Funcionou com o Barba, funciona comigo. Moreover, nao preciso do casamento do Brasil, quando o Barba foi pegar a cidadania na Italia ja entrou com os papeis americanos do nosso casamento. Logo, pro governo italiano, somos casadinhos da silva. Confia no pessoal que eles sabem das coisas. Ninguem perde a cidadania brasileira por naturalizacao. Seria na verdade uma coisa MUITO ridicula se o Brasil fizesse isso, e como te disse, tenho amiga que naturalizou americana por casamento e NAO perdeu a brasileira.

Isso eh coisa de gente desinformada.

Vinicius disse...

Lady, A constituição é bastante clara: Todos PERDEM a nacionalidade a menos que estejam enquadrados ou no item a (caso do Barba e meu caso) ou no item b (caso da sua amiga Americana).

patricia m. disse...

Vini, todo mundo no estrangeiro se enquadra no item B, eh isso que estou tentando te dizer. O artigo eh amplo o suficiente para dizer que, se vc precisa da naturalizacao para VIVER no estrangeiro, entao o Brasil nao vai cacar sua cidadania original.

Meu, qq imigrante (legal ou ilegal) se encaixa nessa.

Vinicius disse...

Lady, voce terá que viver na Itália (e não em outro país) com o Barba - por isso sugeri alugar uma casa e fazer de conta que voces estão morando lá. Dessa modo, voce necessáriamente terá que ser Italiana naturalizada e assim enquadrar-se no item b. Entretanto, quando da sua naturalização, a Italia irá consultar o Brasil - por isso sugeri regularizar o casamento no Brasil.

patricia m. disse...

Vini, hahaha. Voce esqueceu que tanto a Italia como o Brasil sao os paises mais zoados do mundo. O Barba mesmo conseguiu a cidadania dele no esquema mais zoado do mundo. Forget it, eu consigo isso e nao vou nem estar morando aqui na Europa (daqui a 2 anos).

Vinicius disse...

http://www.ambwashingtondc
.esteri.it
/Ambasciata_Washington/Menu
/Informazioni_e_servizi
/Servizi_consolari/Cittadinanza
/Cittadinanza.htm

HOW TO APPLY

Marriage to an Italian citizen; The requirements include: legal residence in Italy for at least 6 months after marriage or 3 years of matrimony if residing abroad; valid marriage certificate; absence of criminal record; absence of impediments associated with national security. Applications for citizenship are to be addressed to the Ministry of the Interior and presented to the Prefecture in the Province of residence, if residing in Italy, or the diplomatic-consular authorities if residing abroad.

Documentation NOT SELF-CERTIFIABLE

Authorisation of the authorities of the country of origin to release all pertinent information on the applicant that may be requested by the Italian diplomatic authorities, using the pre-printed form available from the Prefecture;